CIENTISTAS TENTANDO ENTENDER A CRIAÇÃO COM SUAS CABEÇAS MIÚDAS – Cientistas descobrem buraco negro 12 bilhões de vezes maior que o Sol

 Concepção artísitca de um quasar com um buraco negro supermaciço no  universo distante  (Foto: Zhaoyu Li/Shanghai Astronomical Observatory)

Um grupo de cientistas descobriu um buraco negro com uma massa aproximadamente 12 bilhões de vezes maior que a do Sol, segundo publicou nesta quarta-feira (25) a revista britânica “Nature”. (Foto: Zhaoyu Li/Shanghai Astronomical Observatory: Concepção artísitca de um quasar com um buraco negro supermaciço no universo distante)

A equipe detectou um quasar que contém um buraco negro supermaciço em seu interior e que pertence a uma época na qual o universo tinha cerca de 900 milhões de anos, apenas 6% da idade atual do universo, de 13,6 bilhões de anos.

Esta descoberta poderia questionar determinadas teorias sobre a formação e o crescimento dos buracos negros e das galáxias.

O buraco negro de grande massa está localizado no coração de um quasar ultraluminoso, um corpo celeste de pequeno diâmetro e grande luminosidade que emite grandes quantidades de radiação.

Após analisar a descoberta, o grupo de astrônomos considera que o buraco negro se originou a cerca de 900 milhões de anos depois do Big Bang, algo que consideraram “particularmente surpreendente”.

A descoberta e o estudo posterior foram realizados por uma equipe de astrônomos da universidade de Pequim e coordenado por Xue-Bing Wu, professor do departamento de astronomia dessa universidade.

Descoberta rara

Gráfico mostra representação de quasares distantes conhecidos; quanto mais à direita, maior a massa de seu buraco negro e quanto mais ao alto, maior a luminosidade. Círculo vermelho representa o quasar recém-descoberto J0100+2802 (Foto: Zhaoyu Li/Shanghai Astronomical Observatory)Gráfico mostra representação de quasares distantes conhecidos; quanto mais à direita, maior a massa de seu buraco negro e quanto mais ao alto, maior a luminosidade. Círculo vermelho representa o quasar recém-descoberto J0100+2802 (Foto: Zhaoyu Li/Shanghai Astronomical Observatory)

Xue-Bing Wu e sua equipe realizaram um acompanhamento do quasar utilizando dados de projetos de inspeção e estudos como o SDSS (exploração Digital do Espaço Sloan) e o 2MASS (Reconhecimento em dois micrometros do céu completo).

Além disso, os astrônomos também utilizaram dados do estudo da Nasa Wide-Field Infrared Survey Explorer (WISE), um projeto que lançou um telescópio espacial em 2009 para estudar a radiação infravermelha.

O astrônomo do Max Planck Institute for Astronomy Bram Venemans reagiu em artigo da “Nature” à descoberta e afirmou que “descobrir buracos negros pertencentes ao início dos tempos cósmicos é algo estranho”.

Apesar da raridade desta descoberta, Venemans especificou que “a tecnologia atual e futura dará a possibilidade da ciência conhecer as características do universo durante as primeiras centenas de milhões de anos depois do Big Bang”.

Segundo a cosmologia atual, a origem do universo se remonta à grande explosão de um ponto de densidade infinita que gerou a matéria, o espaço e o tempo. (Fonte G1: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2015/02/cientistas-descobrem-buraco-negro-12-bilhoes-de-vezes-maior-que-o-sol.html)

GRITOS INOCENTES ….crônica de (mais) um assassinato…. NINGUÉM SE PREOCUPOU COM O BEBÊ

1. CASAL AMASIADO TEM RELAÇÕES SEXUAIS E UM BEBEZINHO NORMAL É CONCEBIDO.
2. AO SABER DA GRAVIDEZ O NAMORADO (COMPANHEIRO-PREDADOR-GARANHÃO-AMANTE-COMEDOR-AFFAIR) VAI EMBORA.
3. MULHER SE ENTOPE DE ABORTIVOS, PASSA MAL E VAI PARAR NO HOSPITAL.
4. MÉDICO EXTRAI OS PEDAÇOS DA CRIANÇA EM FORMAÇÃO (CURETAGEM), CHAMA A POLÍCIA QUE PRENDE A MULHER (QUE PAGA FIANÇA DE R$ 1 MIL E VAI RESPONDER LIVRE).
5. IMPRENSA (MÍDIA ÍMPIA – RETRATO DA ‘SOCIEDADECADENTE’) FAZ “REPORTAGEM” NÃO SOBRE O BEBÊ INDEFESO ASSASSINADO, MAS SOBRE A MULHER “ASSUSTADA”.
6. PARA VARIAR, ENTRE OS OUVIDOS SOBRE O CASO — TODOS PRÓ-ABORTO — ESTÁ O HOMOSSEXUAL QUE, COM UMA VOTAÇÃO PÍFIA, VIROU DEPUTADO, JEAN WYLLYS, DEFENSOR DECLARADO DA PEDOFILIA E OUTRAS BARBARIDADES.
7. O REPÓRTER NÃO TOCOU NA QUESTÃO DA IRRESPONSABILIDADE DA MOÇA EM SE PREVENIR PARA PARA NÃO GERAR OUTRO SER HUMANO.
8. O REPÓRTER NÃO CITOU OS DIREITOS HUMANOS DO INOCENTE.
9. NINGUÉM DEFENDEU O BEBÊ, APELIDADO DE “FETO”, “NÃO-PESSOA”, “NÃO-CIDADÃO”, SEM DIREITOS, MERO OBJETO DESCARTÁVEL.
10. O BEBÊ E O QUE ELE SENTIA NÃO FOI CONSIDERADO PORQUE -ENTRE OUTRAS RAZÕES:
10A – A COSMOVISÃO SOCIAL QUE DOMINA AS REDAÇÕES DA IMPRENSA NÃO É CRISTÃ, CRIACIONISTA, ADEPTA DO “DESIGN INTELIGENTE”, NÃO CRÊ NUM CRIADOR MAGNÍFICO, NÃO ACEITA A REVELAÇÃO BÍBLICA.
10B – A COSMOVISÃO QUE GUIA OS REDATORES, “POLITICAMENTE CORRETOS” É NATURALISTA, MATERIALISTA, ESTÁ BASEADA NO DARWINISMO-EVOLUCIONISMO QUE ENSINA E DEFENDE QUE:
10BA – SOMOS FRUTOS DE ZILHÕES DE ANOS DE ACASOS E MAIS ACASOS
10BB – SOMOS PARENTES DE MACACOS QUE SE APRIMORARAM PERDENDO OS PELOS E RABOS
10BC – ESTAMOS SOB A LEI DO MAIS FORTE (BEBEZINHOS NÃO TÊM CHANCES CONTRA MÃES ADULTAS OU ADOLESCENTES, NAMORADOS, MÉDICOS, CIENTISTAS, PARLAMENTARES E GOVERNOS ABORTEIROS)
10BCA – COMO OS FRACOS 6 A 7 MILHÕES DE JUDEUS NÃO TIVERAM CHANCES CONTRA O FORTE HITLER INSPIRADO EM DARWIN
10BCB – COMO OS FRACOS 3 MILHÕES DE CAMBOJANOS ELIMINADOS PELO DITADOR POL POT – ADEPTO DO MARXISMO-EVOLUCIONISMO-DARWINISMO
10BCC – COMO OS MILHÕES E MILHÕES DE RUSSOS NÃO TIVERAM QUALQUER CHANCE DIANTE DE COMUNISTAS ATEUS TRESLOUCADOS, COMO STÁLIN E LÊNIN (ESTE, QUE, SEGUNDO BIÓGRAFOS, MORREU PEDINDO PERDÃO A MESAS E CADEIRAS)
11. NINGUÉM DEFENDEU O BEBEZINHO.
12. POR QUE? PORQUE NÃO HÁ ESPERANÇA NO ACASO DARWINISTA-EVOLUCIONISTA-MATERIALISTA-HEDONISTA-HUMANISTA.
13A. A ÚNICA META É AGRADAR-SE SI MESMO DENTRO DE UMA COSMOVISÃO EM QUE NADA É PROIBIDO, POIS SE DEUS NÃO EXISTE + VIEMOS DO ACASO + “MORREU, ACABOU” = NÃO HÁ CERTO OU ERRADO, CULPA OU PECADO.
14B. NESSE CASO, TRISTEMENTE, NOSSOS PENSAMENTOS, COMO BEM SACOU C.S.LEWIS, SÃO, POR “ACASO”, NADA…
15. POR ISSO É QUE ACREDITO QUE A GRANDE MAIORIA NESTE MUNDO DECADENTE NÃO TEM RETORNO EM SUAS ATITUDES REPROVÁVEIS.
16. A ÚNICA ESPERANÇA PARA ESTA E DEMAIS GERAÇÕES (SE ANTES NÃO SE AUTODESTRUIR) É A FAMÍLIA CRISTÃ QUE REALMENTE VIVE DE ACORDO COM AS VERDADES REVELADAS NAS ESCRITURAS.
17. ENTRE OUTROS, OS BEBEZINHOS GESTADOS PARA O HOMICÍDIO CRUEL TÊM ESPERANÇA NESSAS CÉLULAS-MATER GUIADAS PELOS PRINCÍPIOS DO SENHOR E AUTOR DA VIDA — O JUSTO JUIZ QUE UM DIA RECOMPENSARÁ OS JUSTOS E CONDENARÁ OS ÍMPIOS…
___________________________

“”Eu já o conhecia antes de você ter sido formado no ventre de sua mãe. Antes do seu nascimento, Eu já havia separado e escolhido você para ser o meu profeta e mensageiro às nações“”, Jeremias 1:5 Bíblia Viva

Tu conhecias perfeitamente cada parte do meu corpo enquanto eu ainda estava sendo formado no ventre de minha mãe, como a semente que cresce debaixo da terra. Antes mesmo do meu corpo tomar forma humana Tu já havias planejado todos os dias da minha vida; cada um deles estava registrado no teu livro!“, Salmos 139:15,16 Bíblia Viva

Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti, [diz o Senhor]”, Isaías 49:15 ARC

__________________
http://oglobo.globo.com/sociedade/estou-mais-assustada-do-que-revoltada-diz-jovem-que-foi-presa-apos-fazer-aborto-15402548

PROVAS DO FIM – PESTES E PRAGAS MODERNAS – Cuba descobre variante mais agressiva e preocupante do vírus HIV

Especialistas em saúde de Cuba detectaram há alguns anos algo diferente e pouco comum nos pacientes com o vírus do HIV no país: eles desenvolviam a Aids de uma forma extraordinariamente rápida. (Foto: Cientistas analisaram amostras de sangue de pacientes com Aids em Cuba)

Tão rápido que, em menos de três anos, já se encontravam muito doentes, sem praticamente tempo de perceberem que tinham o HIV.

Um grupo internacional de cientistas chegou para investigar a situação e concluiu que, realmente, em Cuba existe uma variante do HIV que é muito mais agressiva.

“Sabemos que 144 pacientes têm essa linhagem do vírus, mas com certeza há mais gente. Isso é só o que conseguimos contar”, disse à BBC Anne Mieke Vandamme, da Universidade Leuven, da Bélgica.

Vandamme, cujo trabalho foi publicado na revista EBioMedicine, explicou que se trata de uma linhagem do vírus que foi originalmente descoberta na África.

“Ela foi parar em Cuba por meio das relações dos cubanos com a África. Ainda que não tenhamos conhecimento de que a linhagem tenha se disseminado pela África, ela tem se disseminado em Cuba”, acrescentou.

Mais rápido

Os especialistas explicam que, em uma infecção normal, o vírus do HIV tem de se “agarrar” aos receptores, as proteínas na membrana das células.

Em uma infecção comum, o vírus usa o ponto CXCR5. Depois de muitos anos em pleno estado de saúde, ele se muda para o CXCR4, o que coincide com a aceleração da propagação da Aids.

A equipe de cientistas, liderada por Vandamme, observou que, nos pacientes cubanos, essa transição acontece de forma muito mais rápida.

Isso quer dizer que o vírus não “espera” tanto para se dirigir ao CXCR4. O que elimina, de forma drástica, a fase em que o paciente tem uma vida saudável.

Os cientistas estudaram amostras de sangue de 73 pessoas que haviam sido infectadas recentemente e 52 delas já haviam desenvolvido a Aids.

Vandamme explica que o HIV tem diferentes linhagens que podem ser classificadas como “subtipos”; o detectado em Cuba tem “basicamente HIV recombinado de três outros subtipos”.

“Você precisa ter sido infectado por mais de um tipo de linhagem do HIV para ter um vírus recombinado como esse”, esclarece.

Anti-retrovirais

A especialista explica que, se o tratamento com anti-retrovirais costuma funcionar bem para tratar infecções normais, ele perde um pouco da eficiência dependendo do nível de avanço da doença – “quanto mais avançada ela se encontra, menos consegue se recuperar do sistema imunológico”.

“Inclusive, para alguns pacientes, é tarde demais para ter qualquer benefício dos medicamentos”, acrescentou.

A cientista explica que, por enquanto, não há preocupação sobre a possibilidade de esta linhagem do vírus se expandir para além da ilha. Isso porque, atualmente, não há muito contato dos cubanos com o resto do mundo.

“É uma linhagem local, por enquanto. Não consigo prever se vai se expandir para fora ou não, mas se isso acontecer, então precisaremos nos preocupar.”

Em Cuba, por enquanto, foram diagnosticados um total de 17.625 casos de HIV desde que a epidemia surgiu, na década de 1980, segundo dados da Infomed, site oficial da rede de saúde cubana.

A epidemia cubana é majoritariamente do sexo masculino – 80% de todos os infectados são homens. O Estado oferece atenção e tratamento gratuito a todos os infectados.

Ampliar

Conheça alguns mitos e verdades sobre Aids16 fotos

5 / 16

Ainda existem grupos de risco. MITO: se no início da epidemia a doença afetava mais homossexuais, usuários de drogas injetáveis e hemofílicos, hoje o vírus ameaça qualquer pessoa, de qualquer camada social. “Hoje se fala em comportamento de risco, pois não há mais faixas em que um homossexual tenha mais chance de ter a doença do que uma mulher heterossexual, por exemplo. Ambos estão expostos ao mesmo risco. O que define isso é o comportamento”, afirma o médico infectologista e imunologista Esper Kallas, coordenador do comitê de retroviroses da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) Leia mais Thinkstock

Veja também

….adeus ao missionário…. MORRE EM SÃO PAULO O FUNDADOR DA IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR

O missionário David Martins Miranda, fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, morreu aos 78 anos no final da noite de sábado. Ele sofreu um infarto. A informação foi divulgada oficialmente na rede de rádios mantida pela igreja.

A Deus é Amor foi fundada em junho de 1962 e hoje possui mais de 11 mil templos espalhados pelo Brasil e no exterior. Em 2004, a igreja chamou a atenção por causa da inauguração do gigantesco Templo da Glória de Deus, na avenida do Estado, em São Paulo, com capacidade para 60 mil pessoas.

Uma das filhas do missionário, Débora Miranda, diretora da igreja, lamentou a morte do pai numa postagem no Facebook. “Um homem guerreiro, lutador, foi recolhido ao paraíso de Deus. Descansa no Senhor. Meu paizinho, te amarei para sempre”, escreveu.

Centenas de frequentadores da igreja também usaram as redes sociais durante a madrugada para lamentar a morte de David. O corpo do fundador da Deus é Amor seria velado no templo localizado na avenida do Estado. (Fonte Valor Econômico/Folhapress: http://www.valor.com.br/brasil/3919714/morre-em-sao-paulo-o-fundador-da-igreja-pentecostal-deus-e-amor)

Estado Islâmico divulga vídeo de decapitação de 21 cristãos egípcios

Reféns antes da decapitação
Reprodução/Excelsior/Al Hayat

Reféns antes da decapitação

Um vídeo mostrando a decapitação em massa de reféns cristãos copta foi lançado por militantes na Líbia, que alegaram fazer parte do grupo extremista Estado Islâmico.

Militante com sotaque americano fala para a câmera
Reprodução

Militante com sotaque americano fala para a câmera

O vídeo, divulgado neste domingo, mostra vários homens vestidos com macacões laranja sendo conduzidos ao longo de uma praia, cada um acompanhado por um militante mascarado. Os homens são obrigados a se ajoelhar e, em seguida, um militante vestido diferente dos outros, fala para a câmera com um inglês com sotaque americano. Logo em seguida os reféns são colocados com o rosto virado para baixo e decapitados simultaneamente.

O militante então aponta para o norte e diz: “Vamos conquistar Roma, com a permissão de Alá”.

Veja os reféns que já foram mortos pelo Estado Islâmico anteriormente: Kayla Mueller, refém norte-americana do Estado Islâmico, morreu na terça-feira (10 de fevereiro); segundo o grupo terrorista ela teria sido vítima de um bombardeio da Jordânia na Síria . Foto: AP 1/9:

Kayla Mueller, refém norte-americana do Estado Islâmico, morreu na terça-feira (10 de fevereiro); segundo o grupo terrorista ela teria sido vítima de um bombardeio da Jordânia na Síria . Foto: AP
Estado Islâmico divulga vídeo onde suposto piloto jordaniano é queimado vivo em gaiola, no dia 3 de fevereiro. Foto: Reprodução/Twitter
O jornalista japonês Kenji Goto foi morto pelos extremistas do Estado Islâmico no dia 30 de janeiro. Ele havia viajado para a Síria visando libertar o refém Yukawa. Foto: AP
Imagem obtida por meio de vídeo do Estado Islâmico mostra o japonês Haruna Yukawa (à dir.), que foi decapitado em 24 de janeiro. Ele foi à Síria por ser fascinado por guerras. Foto: AP
O americano Peter Kassig foi identificado como o homem decapitado pelo Estado Islâmico em 16 de novembro de 2014. Ele era voluntário na Síria. Foto: Reuters
No dia 3 e outubro de 2014, o voluntário inglês Alan Henning foi decapitado pelos terroristas do Estado Islâmico. Foto: Reprodução/Youtube
Vídeo mostra decapitação do refém britânico David Haines, que era voluntário na Síria e foi morto em 13 de setembro de 2014. Foto: Reuters
Imagem feita a partir de vídeo postado na internet pelo Estado Islâmico mostra jornalista americano Steven J. Sotloff antes de ser decapitado, no dia 2 de setembro de 2014. Foto: AP
Insurgentes do grupo jihadista Estado Islâmico divulgaram a decapitação do jornalista americano James Foley em 19 de agosto de 2014. Foto: Reprodução/Youtube
Militantes na Líbia estavam mantendo 21 egípcios cristãos reféns por semanas, ameaçando-os de morte. Os autores do vídeo se identificaram como provenientes da província de Trípoli, do Estado Islâmico, grupo extremista que controla cerca de um terço da Síria e do Iraque.
Militantes do grupo extremista levam reféns para o local da execução
Reprodução – Militantes do grupo extremista levam reféns para o local da execução

O governo egípcio declarou um período de luto de sete dias e o presidente Abdel Fattah el-Sissi convocou uma reunião de segurança nacional de emergência, para discutir uma resposta ao grupo extremista. El-Sissi enviou condolências “às vítimas do terrorismo”, segundo um comunicado divulgado pela presidência.

Papo na redação: Entenda o Estado Islâmico, grupo mais radical do que a Al-Qaeda

Qalini Sanyout, cujos dois sobrinhos estavam entre os reféns, atendeu ao telefone no domingo à noite em meio ao som de gemidos ao fundo.

“O que podemos dizer? Alguém pode nos dizer se isso é verdade?”, disse ele, repetidamente. “A vila inteira está de luto. Os homens estão cobrindo suas cabeças com poeira e lama.” (Fonte Último Segundo: http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2015-02-15/estado-islamico-divulga-video-de-decapitacao-de-21-cristaos-egipcios.html)

PROVAS DO FIM – PESTES E PRAGAS MODERNAS – OMS alerta para surto de peste negra começando na África

ReproduçãoReprodução

Conhecida por dizimar mais de 30 milhões de pessoas no século 14, a peste negra volta a assustar a humanidade. Desde o final de 2014 a Organização Mundial de Saúde (OMS) está em alerta com casos da doença registrados em Madagascar, ilha situada ao sul da África.

“O surto que começou em novembro passado tem algumas dimensões preocupantes. As pulgas que transmitem essa doença de ratos para os seres humanos desenvolveram resistência aos inseticidas de primeira linha”, afirma comunicado da OMS.

Causada por uma bactéria encontrada em roedores e transmitida por pulgas, a peste negra tem dois estágios. O primeiro, tratável, deve ser diagnosticado em seus primeiros dias e tratado à base de antibiótico. Já o segundo é a pneumônica, quando a bactéria atinge os pulmões. Neste segundo caso, os doentes podem morrer até 24 horas após a infecção. Dados da OMS dão conta de que 8% dos casos avançam para esse estágio.

De acordo com especialistas, a peste já se espalha por Antananarivo, capital de Madagascar. As regiões mais afetadas são as de favelas, que no país africano são densamente povoadas. Até o final de 2014 foram confirmados 119 casos, sendo que 40 deles terminaram com morte. (Fonte Yahoo: https://br.noticias.yahoo.com/oms-alerta-para-surto-de-peste-negra-come%C3%A7ando-na-%C3%A1frica-210639360.html?linkId=12276149&linkId=12342353)

Netanyahu pede que judeus europeus imigrem para Israel após ataque na Dinamarca

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu pediu neste domingo aos judeus europeus que imigrem para Israel depois do atentado contra a principal sinagoga de Copenhague, que deixou um morto.

“Novamente um judeu europeu perdeu a vida por ser judeu e este tipo de atentado se repetirá”, advertiu Netanyahu.

Ele assegurou que seu país “preparado para acolher uma imigração em massa procedente da Europa”.

Um jovem judeu perdeu a vida no início deste domingo no lado de fora da sinagoga de Krystalgade, a mais importante da idade de Copenhague, supostamente vítima do mesmo homem que mais cedo havia atacado um centro cultural onde era realizado um debate sobre Islã e liberdade de expressão, matando outro homem. (Fonte Yahoo: https://br.noticias.yahoo.com/netanyahu-pede-judeus-europeus-imigrem-israel-ataque-dinamarca-112321199.html)

PEDRAS QUE CLAMAM NO MUNDO QUE SE ESQUECEU DE DEUS – Mais uma vez, temos um inferno chamado “carnaval”

TATOO 1

Muita gente andou pedindo para que eu tecesse algumas considerações a respeito desta festa que, hoje, se transformou em: 1) desfiles de escolas de samba que mais parecem espetáculos breguíssimos de uma Broadway falsificada; 2) micaretas patéticas formada por gente que paga R$ 1 mil por um abada, mas que está com a prestação do carro atrasada; 3) pseudoartistas posando com falsa felicidade para revistas que vendem um mundo que não existe; 4) blocos de rua com gente mijando nas ruas e nos jardins das casas, enquanto bebem e brigam como se não houvesse um amanhã; 5) umtsunami interminável de músicas horríveis.

Leia mais
>>> Casal aprova ‘cápsula do sexo’ em camarote no carnaval de Salvador
>>> Foliões são flagrados fazendo xixi nas ruas do Rio

Por isto, resolvi republicar um dos primeiros textos que escrevi aqui no Yahoo, uns seis anos atrás. Minha opinião não mudou uma vírgula sequer:

Para esta semana, o pessoal do Yahoo! pediu para que eu escrevesse sobre o Carnaval. Não tenho a menor ideia de como você se refere a este evento, mas posso adiantar uma coisa: de minha parte, sinto um amargo gosto de derrota em minha boca, como se fosse um Napoleão tentando abrir uma lata de sardinhas com um garfo de plástico em seu exílio na ilha de Santa Helena, abatido e impotente perante a circunstância que me rodeia.

Durante alguns dias, vou tentar escapar da verdadeira ditadura televisiva imposta pelo Carnaval, mas sei que não vou conseguir. Tenho plena consciência de que serei nocauteado por frases imbecis, proferidas por exércitos de exibicionistas, todos ansiosos por uma suruba que nunca se concretiza. Serei submetido a grotescos espetáculos de alegria plástica, sem vida, provenientes de gente cuja maior qualidade é exibir cirurgias plásticas – algumas invejáveis, outras semelhantes a serviços de borracharia mal feitos -, sem um pingo de autenticidade, sem o menor resquício de emoção sincera.

Não tenho nada contra a exposição de corpos femininos nus – muito pelo contrário! -, desde que eles venham acompanhados de uma aura de sensualidade e beleza. Não há espaço para a ingenuidade em avenidas salpicadas de pessoas mortas por dentro, muito menos para o tesão. O que resta é um festival de repugnância proporcionado pelas emissoras de TV. É duro admitir, mas a burrice parece ter se tornado item de cesta básica. Conseguimos a proeza de profissionalizar a idiotice!

O Carnaval se tornou um evento para os outros. Empresas, fabricantes de cervejas, socialites deformadas pelo excesso de botox a ponto de se parecerem com lagartos, celebridades emergentes de 97ª categoria, playboys babacas, garotas de programas disfarçadas em atriz e modelo… É para essa turba falsamente animada que a festa do Rei Momo (quem?) e xiste hoje. O tumulto resultante é o espelho fiel do que o Brasil se tornou.

Para os turistas estrangeiros, somos alegres bufões, sorridentes mesmo quando sabemos que milhares de crianças morrem como moscas porque não têm o que comer. Na verdade, no fundo da alma, essa cambada de “ex-BBBs da vida real” se comporta como palhaços desdentados, subnutridos de inteligência e bom senso. As pessoas se tornaram prisioneiras da imagem daquilo que se espera delas.

O Carnaval é um retrato cheio de purpurina da realidade que vivemos: tumultuado, confuso, artificial, violento, narcisista, louco – no pior sentido da palavra -, bruto e patético. O problema não é o Carnaval, mas sim o que ele espelha.

Não, não tenho saudade do passado, mas percebo que, em um tempo não muito distante, vivíamos de uma maneira diferente, mais cordial e sincera, mesmo quando nosso espírito mambembe se confrontava com o início de uma nova ordem, que determinava que só a exibição contínua e a qualquer preço seria o caminho para uma “carreira de sucesso”.

Por que existe tanta gente disposta a fazer qualquer coisa para ganhar dinheiro e/ou aparecer na TV? A resposta pode estar no fato de que essa imensa massa de imbecis está totalmente desiludida com os benefícios que a aquisição de cultura pode trazer ao espaço vazio que existe entre as suas orelhas. A turba de idiotas prefere o caminho mais fácil, que passa pelo constrangimento de expor suas vergonhas intelectuais e físicas em cadeia nacional.

Como é possível fazer germinar a cultura de um país por meio da massificação? E quando escrevo “cultura”, me refiro também à música, um dos principais combustíveis para nossa existência. Como acreditar na musicalidade de um Carnaval em que os samba-enredos são todos iguais, a ponto de você esquecer cada um deles segundos depois de ouvi-los?

Hoje, fazer parte do Carnaval é trabalhar como um macaco de realejo perante uma plateia cheia de zumbis sorridentes. Se essa é a sua noção de “alegria popular”, vá fundo. Mas depois não diga que eu não o avisei…

Aproveitando o gancho, não custa nada lembrar uma matéria que fiz aqui no Yahoo a respeito de como andava o Carnaval de São Paulo naquela época. Acredite: tudo continua na mesma, ou seja, um festival de “tudo é lindo e maravilhoso”, “todos estamos felizes”, “é a festa mais linda do mundo” e outros clichês do gênero. Toda esta alegria esconde um lado que pouca gente gosta de abordar. Fui a campo e fiz justamente os questionamentos que todo mundo gostaria de fazer, mas que não tem coragem de perguntar. As respostas dão a real dimensão do que esta festa realmente significa… (Fonte Yahoo/Blogs/Na mira do Regis Tadeu: https://br.noticias.yahoo.com/blogs/mira-regis/mais-uma-vez-temos-um-inferno-chamado-carnaval-183003104.html)

PROVAS DO FIM – Você substituiria o seu crachá da empresa por um chip implantado na mão?

[por Pedro Burgos] Uma espécie de incubadora tecnológica de Estocolmo, na Suécia, achou uma maneira ultra sofisticada de substituir os velhos crachás: colocar um chip embaixo da pele das 400 pessoas que frequentam o espaço. Com o implante, um pouco maior de um grão de arroz, as pessoas que usam o Epicenterpodem abrir portas, habilitar impressoras e até trocar contatos.

Saiba mais
>>> Cientistas desenvolvem chip para cegos voltarem a enxergar

Parece assustador? Do futuro? Aparentemente isso é uma tendência na Suécia. Hannes Sjöblad, fundador da BioNyfiken, uma “associação de biohacker” (isso já existe) do país, disse que a prática já é comum em academias e escolas de Estocolmo, e há até espécies de “festas” onde diversas pessoas fazem seus implantes, segundo a reportagem da Computerworld. Pelo menos os implantes são optativos, e inclusive são pagos pelas pessoas que resolvem fazê-lo – custa o equivalente a 300 dólares, e parece doer “como uma vacina” na aplicação. Depois o corpo assimila, apesar de um calombinho ser visível. Os chips têm uma vida útil de pelo menos 10 anos, mas podem ser extraídos (e atualizados) antes disso.

A tecnologia RFID, presente nos implantes, só fica ativa quando em contato com um receptor. Ou seja: é exatamente como ter um crachá a todo tempo, e por isso a implementação de leitores de implantes não é tão complexa como, digamos, uma máquina para identificar digitais ou a íris.

(Para ver a tecnologia em ação, assista a esse programa da NBC da semana passada)

Até agora, a única grande “vantagem” do implante é ajudar pessoas que não tem um crachá a abrirem portas de todos os tipos. É mais fácil que lembrar senhas e levar cartões magnéticos, mas será que vale? Pra começar, há questões de segurança importantes: golpistas poderiam espalhar falsos leitores de RFID e coletar os dados de identificação de uma pessoa, criando chips clonados, por exemplo. As tecnologias que usam o NFC, como o Google Wallet e Apple Pay precisam de alguma confirmação, como senha ou digitais. O chip debaixo da pele é mais vulnerável.

Os entusiastas da tecnologia acreditam que ela pode ser usada, por exemplo, em escolas – para saber onde as crianças estão. Outro uso possível seria na medicina: quando um paciente chegasse na emergência, por exemplo, o médico poderia escanear a mão chipada e saber todo o seu histórico. Parece tentador. Mas acho que há tecnologias melhores, mais seguras e menos intrusivas para isso.

A gente já troca privacidade por conveniência em diversos aplicativos do nosso smartphone – como mandar para o Google a nossa localização em troca de um mapa melhor. Mas acho que isso seria ir um pouco longe demais. Ou, pelo contrário, esse é só o primeiro passo do nosso futuro ciborgue.

Siga-me no Twitter (@Burgos  (Fonte Yahoo/Blogs: https://br.noticias.yahoo.com/blogs/pedro-burgos/voce-substituiria-o-seu-cracha-da-empresa-por-um-071053045.html?linkId=12234722&linkId=12341181)