David Bowie encontrou a Deus antes de morrer, afirma jornal

David Bowie, artista inglês que faleceu recentemente aos 69 anos travou (e perdeu) uma “batalha secreta” contra o câncer durante 18 meses. Segundo o jornal The Sun, ele encontrou em Deus consolo durante os últimos meses de sua vida.

Ele concluiu que havia algo maior do que todos nós e podia ser Deus. Isso foi algo muito reconfortante. Ele dizia que não tinha mais medo da morte

O cantor e ator ao longo de sua carreira sempre teceu críticas à religião organizada. Segundo seus biógrafos, envolveu-se com o budismo e até com o satanismo. Chegou a declarar-se ateu. Contudo, seus amigos mais próximos garantem que ele mudou sua postura ao descobrir que tinha uma doença terminal cerca de um ano atrás.

“Ele concluiu que havia algo maior do que todos nós e podia ser Deus. Isso foi algo muito reconfortante. Ele dizia que não tinha mais medo da morte”, garantiu um deles (que preferiu não se identificar) ao jornal.

Também chama atenção que sua esposa, Iman, pouco antes da morte de Bowie ser anunciada, publicou nas redes sociais uma mensagem de esperança: “A luta é real, mas Deus também é”. O The Sun afirma que essa não era uma frase que podia se esperar do casal.

Não existem ateus quando você está numa guerra

Outros amigos agora revelam à imprensa que o cantor teria desabafado recentemente: “Não existem ateus quando você está numa guerra”. Seu último álbum, Blackstar, lançado para coincidir com seu 69º aniversário na semana passada, contém muitas referências ao cristianismo.

“Olhe para mim, estou no céu/ Tenho cicatrizes que não podem ser vistas/ Tenho drama que não pode ser roubado”, diz a letra de Lazarus, canção do disco que está tocando nas rádios e menciona o personagem bíblico ressuscitado por Jesus.

Embora seja precipitado afirmar que ele passou por uma conversão, alguns sites cristãos apontam para entrevistas que Bowie deu no passado dizendo que buscava a Deus. Com informações deChristian Post e Mirror

https://noticias.gospelprime.com.br/david-bowie-encontrou-deus/

CRIAÇÃO MAGNÍFICA –Podem haver 100 milhões de planetas na galáxia com vida complexa

Uma infinidade de mundos! Um novo estudo sugere que a Via Láctea pode hospedar 100 milhões de planetas com vida complexa, não faltando escolhas para os astrônomos procurarem organismos fora da Terra. O desafio é, no entanto, que esses mundos podem estar muito longe de nós.

“Por um lado, parece altamente improvável que estamos sozinhos”, afirmou Louis Irwin, principal autor do estudo e professor emérito da Universidade do Texas em El Paso. “Por outro lado, é provável que estejamos tão longe da vida no nosso nível de complexidade, que uma reunião com tais formas alienígenas seria extremamente improvável num futuro próximo.”

O estudo se fixou em uma lista de mais de 1.000 exoplanetas tendo sua densidade, temperatura, química, idade e distância da estrela-mãe analisada metricamente. A partir daí, a equipe de Irwin formulou um “Índice de Complexidade Biológica” (ICB) que varia entre 0 e 1,0. O índice é avaliado em “número e grau de características consideradas importantes para apoiar múltiplas formas de vida multicelular”, afirmou a equipe de pesquisa.

Supondo-se que Europa (uma lua de Júpiter que acredita-se ter um oceano abaixo de sua superfície de gelo) seja um bom candidato para a vida, a equipe estimou que 1% a 2% dos exoplanetas teriam um ICB ainda maior. Então, para traduzir isso em algumas estimativas: 10 bilhões de estrelas na Via Láctea com média de um planeta por estrela, o que nos leva a 100 milhões de planetas, no mínimo.

Então, o que significa esta métrica? Claro, não há nenhuma garantia de que a vida complexa existe em qualquer um desses lugares – só que as condições poderiam ser favoráveis à vida. Além disso, os pesquisadores explicaram que não quer dizer que qualquer vida nesta categoria seja vida inteligente, mas que a vida pode ser mais complexa do que um micróbio. E os planetas conhecidos com maiores ICB’s tendem a estar mais distantes de nós (um dos mais próximos é o sistema de Gliese 581, que fica a 20 anos-luz de distância).

Leia mais sobre a pesquisa no journal Challenges. Lembre-se que há alguns anos, esse grupo também escreveu sobre um “Indice de Similaridade da Terra”, classificando os exoplanetas no quão perto de nós eles estão.

“Os planetas com maiores valores de ICB tendem a ser maiores, mais quentes e mais velhos do que a Terra”, acrescentou Irwin, “de modo que qualquer busca de vida complexa ou inteligente esteja apenas restrita para planetas como a Terra ou para a vida como a conhecemos na Terra, onde provavelmente seria demasiadamente restrita.”


Artigo publicado por Elizabeth Howell. There Might Be 100 Million Planets In The Galaxy With Complex Life. Universe Today. May 30, 2014.


Referências Bibliográficas

Louis N. Irwin. Assessing the Possibility of Biological Complexity on Other Worlds, with an Estimate of the Occurrence of Complex Life in the Milky Way Galaxy.Challenges in Astrobiology. May 28, 2014.

Abel Mendez Torres. 100 Million Planets in our Galaxy May Harbor Complex Life.Planetary Habitability Laboratory at the University of Puerto Rico at Arecibo. May 29, 2014.

http://www.universoracionalista.org/podem-haver-100-milhoes-de-planetas-na-galaxia-com-vida-complexa/

PEDRAS CLAMANDO -“Europeus estão afeminados e as mulheres estão em perigo”, desabafa jornalista dinamarquesa

Finalmente alguém falou o óbvio! E não foi um homem. Não foi alguém machista. Ah, diabos!, para desespero da mídia “progressista”, não foi Jair Bolsonaro!!! Foi uma jornalista dinamarquesa, Iben Thranholm, reclamando dos efeitos nefastos de décadas de feminismo, que tornou o homem europeu um ser afeminado, deixando de lado virtudes tradicionais como virilidade, honra, coragem, coisas úteis para proteger suas mulheres e sua cultura. Quando o governo italiano abaixa as calças para o governo iraniano, escondendo suas estátuas nuas para não “ofender” o visitante, essa mensagem fica mais evidente ainda.

Sou um machista reacionário neandertal por acreditar que ela está certa, que os homens deveriam, sim senhor!, demonstrar uma postura mais firme, mais viril, para proteger as mulheres que são vítimas dos malucos islâmicos? Whatever. O rótulo é dado por “progressistas” que já foram, eles mesmos, lobotomizados pela era pós-moderna, gente que se refere a meninos e meninas como “meninx”, pois acredita em “identidade de gênero”. Eu prefiro ficar do lado da jornalista dinamarquesa. E do legado da civilização ocidental, hoje ameaçado pelas “almas sensíveis” que dominaram o mundo com seu vitimismo.

Aqui em casa tem macho protetor sim, para o “horror” das feministas recalcadas que adorariam ter um para chamar de “seu”; e se aparecer um maluco desses, que acha que pode abusar das mulheres porque elas andam de saia, será recebido por uma senhora porreta: a Sra. Glock!

Rodrigo Constantino

Jornalista dinamarquesa desabafa: “europeus estão afeminados e as mulheres estão em perigo”

Adolescente vai parar na delegacia por quebrar imagens em igreja no RJ

Um adolescente de 13 anos foi parar na delegacia após se envolver em um ato de intolerância religiosa em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, nesta terça-feira (26).

Segundo informou a GloboNews, ele entrou na catedral de Santo Antônio e quebrou duas imagens que estavam no altar. O jovem afirmou na delegacia que a bíblia ensina a não adorar imagens.

A diocese de Duque de Caxias repudiou o ato e acredita que seja uma ação isolada, causada por distorção do que está escrito na bíblia e pelo fundamentalismo adotado por outras igrejas.

O adolescente foi ouvido na delegacia e liberado para os pais. Ele vai responder por crime análogo a dano ao patrimônio.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/01/adolescente-vai-parar-na-delegacia-por-quebrar-imagens-em-igreja-no-rj.html

CRIAÇÃO MAGNÍFICA – Cientistas australianos descobrem maior sistema solar do universo

Equipe internacional estuda o planeta conhecido como 2MASS J2126-8140

Um grupo de cientistas descobriu o maior sistema solar do universo conhecido, formado apenas por um planeta e uma estrela – separados por bilhões de quilômetros de distância. As informações são de fontes acadêmicas da Universidade Nacional Australiana. (University of Hertfordshire –Equipe internacional estuda o planeta conhecido como 2MASS J2126-8140)

“Surpreendeu-nos muito encontrar um objeto de massa baixa [o planeta] tão longe da sua estrela mãe”, comentou Simon Murphy, da Faculdade de Astronomia e Astrofísica da universidade australiana.

Veja também

Esta faculdade conta com uma equipe internacional de investigadores que estudam o planeta, conhecido como 2MASS J2126-8140. Ao longo das investigações, a equipe descobriu que o planeta tem massa 12 vezes superior à de Júpiter e orbita ao redor de uma estrela anã chamada TYC 9486-927-1.

Os dois corpos estão separados por uma distância equivalente a 6,9 mil unidades astronômicas, ou seja, 0,1 ano luz ou um trilhão de quilômetros, segundo um comunicado da Universidade Nacional Australiana. Esta distância é “aproximadamente três vezes superior” à do que era considerado, até agora, o maior sistema solar existente.

http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2016-01-27/cientistas-australianos-descobrem-maior-sistema-solar-do-universo.html

O Arrebatamento da Igreja será mesmo secreto?

A doutrina bíblica do Arrebatamento da Igreja tem sofrido muita oposição na atualidade: dizem que o termo “arrebatamento” não está na Bíblia; que tudo acontecerá de uma só vez, “naquele dia”; e que não haverá nenhum rapto secreto. Neste artigo, procurarei responder de modo sucinto e objetivo a essas três objeções.

Dizem que o termo “arrebatamento” não está na Bíblia

O termo “arrebatamento”, de fato, não aparece nas Escrituras, mas a doutrina do Rapto da Igreja deriva delas, assim como a doutrina da Trindade, por exemplo. Embora a palavra que dá nome a essa doutrina — “trindade” (ou “triunidade”) — não seja mencionada nas páginas sagradas, a doutrina o é, em ambos os Testamentos. Outrossim, conquanto creiamos que Deus possui atributos incomunicáveis, como onipresença, onisciência etc., não encontramos na revelação escrita de Deus as palavras correspondendes a essas doutrinas: “onipresença” e “onisciência”.

Em português, o verbo que dá origem à doutrina do Arrebatamento é “arrebatar”, que aparece na frase: “seremos arrebatados” (1 Ts 4.17). Em espanhol, o verbo arrebatar também consta das versões Reina-Valera e NVI, por exemplo, mas os teólogos preferiram chamar a doutrina de “el Rapto de la Iglesia”. Em inglês, embora o verbo empregado na passagem em apreço seja catch up (“tomar”), os teólogos — preferindo usar o termo oriundo do latim: raptus — chamam a doutrina de “the Rapture of the Church”. Em francês, o verbo é enlever (“remover”): “nous serons enlevés”. Daí, “l’Enlèvement de l’Eglise”. Em grego, o verbo para “arrebatar” é harpazō, que significa “tomar com força”, “raptar” (cf. Mt 13.19; Jo 6.15; 10.12,28,29; At 8.39; 23.10; 2 Co 12.2,4; Jd v. 23; Ap 12.5).

Dizem que não haverá Arrebatamento; tudo acontecerá de uma vez só, “naquele dia”

Comparemos 1 Tessalonicenses 4.16,17 com Apocalipse 19.1-10. Essas duas passagens bíblicas mostram claramente que a Igreja irá ao encontro do Senhor “nos ares” e entrará no Céu. À luz dessas duas verdades, examinemos a sequência cronológica de Apocalipse 19 a 22: a Igreja glorificada no Céu (19.1-10); a Manifestação de Cristo em poder e grande glória (19.11-16); o Armagedom (19.17-19); a vitória de Cristo sobre o Império Anticristão (19.20,21); a prisão de Satanás (20.1-3); a ressurreição dos mártires da Tribulação (20.4,5); o Milênio (20.4-6); a liberação de Satanás após o Milênio e sua condenação (20.7-10); o Juízo Final (20.11-15); Novo Céu e Nova Terra (21-22). Fica claro, nessa sequência, que a Igreja já estará no Céu por ocasião da Manifestação do Senhor em grande glória, o que descarta qualquer confusão entre esta e o glorioso evento escatológico em apreço: o Arrebatamento da Igreja.

Em Apocalipse 4 e 5, o Senhor revelou a João que a Igreja já estará no Céu antes que se iniciem os juízos da Grande Tribulação (Ap 6). Os vinte e quatro anciãos (gr. presbuteros), ali, representam a Igreja Universal, formada por todos os salvos, de todas as épocas. O número 24 alude aos doze apóstolos do Cordeiro e às doze tribos de Israel (cf. Ap 21). E as características desses anciãos (e não anjos, pois estes em nenhuma parte do Novo Testamento são chamados de presbuteros) deixam claro que eles representam a Igreja já galardoada: assentados em tronos, com vestes brancas e coroa na cabeça (cf. Ap 2.10; 3.4,5,11).

Dizem que não haverá um Arrebatamento secreto, exclusivo para a Igreja

A Bíblia é análoga: ou seja, a Bíblia explica a própria Bíblia. Em João 14.3, Jesus disse: “virei outra vez e vos levarei para mim mesmo”. O termo “levar” (gr. paralambanō), aqui, denota “tomar com força” ou “raptar” (cf. Mt 2.13,14; Mc 9.2; Mt 24.40,41). A quem o Senhor Jesus fez essa promessa? Ao mundo? Não! Mas a um grupo seleto, a sua Igreja, então representada pelos apóstolos. Considerando a analogia da Bíblia, não podemos ignorar o fato de que o Arrebatamento da Igreja é análogo à ressurreição da Igreja — “dentre [todos] os mortos” (Lc 20.35; Fp 3.11, gr. ek ton nekron). Comparemos 1 Tessalonicenses 4.17 com 1 Coríntios 15.50,51. Estas passagens mostram claramente que os salvos, dentre todos os vivos, irão ao encontro do Senhor, nas nuvens, em um abrir e fechar de olhos. Portanto, assim como os mortos em Cristo ressuscitarão dentre todos os mortos, os vivos salvos em Cristo serão arrebatados dentre todos os vivos.

Alguém poderá argumentar: “Eu creio no Arrebatamento, mas não creio no Arrebatamento secreto”. Ora, ou o Arrebatamento é secreto, ou ele não existe! Leiamos Hebreus 9.28. Nesta passagem está escrito que Cristo “aparecerá [gr. horaō, ‘será visto’] segunda vez aos [pelos que] que o aguardam para a salvação”. A quem Ele aparecerá? A todos? Não! Ele será visto (cf. 1 Tm 3.16; 1 Co 15.5-8) pelos que o aguardam para a salvação — salvação em seu aspecto perfectivo —, isto é, a nossa glorificação (Rm 13.11; Fp 3.20,21).

Está clara, no Novo Testamento, a distinção entre o Arrebatamento, em que somente os que esperam o Senhor para a salvação o verão, e a sua Manifestação em glória, em que todo olho o verá (cf. Ap 1.7; Zc 14.1-4). E, à luz de 1 Coríntios 15.5-8, o aparecimento secreto de Jesus à sua Igreja não representa uma novidade teológica. Após a ressurreição do Senhor, Ele foi visto exclusivamente por seus discípulos (a Igreja nascente) por um espaço de quarenta dias, sem o mundo ter qualquer participação ou ingerência nisso (At 1.3; cf. Jo 12.28,29; At 22.9).

Finalmente, muitos teólogos usam o texto de Atos 1.9-11 para aludir à Manifestação do Senhor em glória, mas essa passagem também é uma clara defesa, por assim dizer, da doutrina do Arrebatamento, visto que Ele descerá do modo como subiu: “vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois varões vestidos de branco, os quais lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir”. Em outras palavras, assim como, na sua ascensão, somente a Igreja o viu subindo até as nuvens, no Arrebatamento somente a Igreja o verá descendo até as nuvens (1 Ts 4.16,17).

“Ora, vem, Senhor Jesus” (Ap 22.20).

Ciro Sanches Zibordi

http://www.cpadnews.com.br/blog/cirozibordi/apologetica-crista/178/o-arrebatamento-da-igreja-sera-mesmo-secreto.html

“Marcha para Satanás” deverá ocorrer em várias capitais brasileiras

Para muitos é só mais um desses eventos fictícios criados no Facebook como piada. Mas uma leitura atenta do que propõe essas páginas verá que deve acontecer mesmo. A paródia satânica da Marcha para Jesus, evento que é realizado no mundo todo, será no dia 17 de janeiro de 2016, em São Paulo. (Foto: Ilustração de página de suposto grupo satanista de Maceió no Facebook)

Saiba mais
>>> São Paulo terá marcha para Satanás em 2016
>>> CRUZES: Marcha para Satanás deverá ocorrer em várias capitais brasileiras

A ideia original convidava adeptos e simpatizantes para percorrer a Avenida Paulista, a partir das 16 horas. Já existem mais de 40 pessoas confirmadas na página oficial.

Uma série de comentários mostra que, se para alguns, a coisa toda é uma brincadeira, há várias pessoas levando a sério. O aviso no alto da página, diz: “Não é evento fake. Vamos todos mesmo para a paulista!”.

Uma espécie de manifesto, assinado pelo criador do evento, que se autodenomina Apo Panthos Kakodaimonaz, convida os interessando em para marchar “nas ruas em glória a nosso pai, Satanás… Para não dizer que estamos copiando a Marcha Para Jesus, os participantes da Marcha Para Satanás estão proibidos de pregar ódio contra homossexuais, mulheres, trans…Também queremos exigir que Bolsonaro, Cunha, Malafaia e Feliciano cometam suicídio”.

Replicando o evento de São Paulo, surgiram páginas do evento na mesma data em Porto Alegre,Rio de Janeiro, Maceió. Todas usam a mesma imagem, uma representação da Santa Ceia, tendo uma figura demoníaca no centro.

Em todas, os organizadores afirmam que o evento é real e alegam que as leis do país asseguram liberdade de expressão e liberdade religiosa, por isso têm o mesmo direito que os cristãos de expressar sua fé publicamente.

Os comentários deixados por crentes são rebatidos e ridicularizados.  Proliferam os palavrões, as ofensas à fé e as ameaças contra cristãos. Algumas mensagens chegam a pedir a morte de líderes e incentivam que igrejas sejam queimadas e saqueadas.

Apesar de a chamada “zoeira” ser a norma em dezenas de páginas do Facebook, o que pode ser visto nestas é a disposição de pessoas que se denominam “ateus” a se juntarem aos que se consideram “satanistas” para realizar, de fato, um ato público cujo sentido é apenas provocar a maioria cristã do país.

Nos últimos anos, o satanismo tem se exposto muito mais. Nos Estados Unidos, onde a primeira igreja do gênero foi fundada, foi inaugurada recentemente a primeira estátua para adoração pública de Lúcifer. Seus templos têm se multiplicado e seus seguidores têm conquistado politicamente osmesmos direitos dos cristãos.

https://noticias.gospelprime.com.br/marcha-para-satanas-capitais-brasileiras/

Goleiro Bruno revela ter perdido todo o dinheiro e não vê jogos da Seleção

O goleiro Bruno Fernandes, preso há cinco anos e meio por envolvimento na morte da ex-namorada Eliza Samúdio, deu uma entrevista à Rádio Itatiaia e revelou detalhes de sua vida no presídio, suas expectativas de voltar a jogar e sua vida financeira, muito difícil atualmente. (Goleiro Bruno Fernandes durante audiência em 2013. Foto: Carlos Roberto/Jornal Hoje em Dia/Gazeta Press)

“Quando se fala em Bruno, parece que o Bruno era um tio Patinhas, que o Bruno tinha uma fortuna. Eu perdi tudo, cara. Financeiramente hoje estou zerado. Quando eu fui preso, lógico que você fica abalado, você acredita em qualquer coisa que o advogado te fala, então pessoas aproveitaram muito dessa situação. Primeiro que eu estava em lugar de observação que era para ficar 15 dias e eu fiquei 10 meses. Eu só tinha acesso a um advogado, é muito estranho. Depois de 90 dias é que tive acesso à minha família”, revelou o jogador.

Aos 31 anos, o goleiro que teve passagens por Atlético-MG, Corinthians e Flamengo pretende  retomar a carreira assim que conseguir a liberdade, estimada por ele entre um e dois anos.

“Eu não vivia do crime, mas cometi um e estou pagando por ele. Eu vou voltar, não sei se daqui um ou dois anos, mas vou atrás do meu objetivo. Eu vou atrás, não vou acabar com a minha carreira, o meu sonho, atrás das grades. Desde criança eu fui em busca disso. Passei a minha infância e juventude toda atrás desse objetivo. Quando, nas visitas, eu olho para minha mãe, minha esposa e minhas filhas, o sorriso delas me fortalece”, explicou.

O jogador ainda não sabe o que lhe espera fora da prisão, mas sabe que haverá uma repercussão negativa com sua provável volta ao futebol. Mesmo assim, ele quer tentar a sorte do futebol de novo de qualquer maneira.

“A preparação será no dia a dia. Se eu te falar que estou preparado para enfrentar o mundo lá fora, uma situação que eu ainda não vivi, estaria mentindo. Posso falar para você que estou quero enfrentar seja lá o que for, eu sei que é pesado. Psicologicamente eu venho trabalhando, aqui existem profissionais da parte de psicologia. Fisicamente e espiritualmente também”, revelou.

Presídio especial

Bruno cumpre a pena hoje na Associação de Proteção e Assistência (Apac), um sistema prisional diferente, em que os presos têm assistência espiritual, médica, psicológica e jurídica prestada pela comunidade. E é daí que ele tira forças para recomeçar a vida.

O sistema comum não recupera ninguém. Lá eles vão se tornar pessoas piores, porque lá só se fala de crime, maldade, vingança. Só se alimenta de ódio. Na Apac não, aqui não se pode nem falar de crime. Aqui eu voltei a sonhar alto. Sou novo, penso em um futuro melhor para mim e para a minha família.

Nada de Seleção

Na Apac, Bruno pode assistir jogos de futebol pela televisão. No presídio que estava antes, isso não era permitido. No entanto, durante a Copa de 2014, foi dado aos presos um rádio para que acompanhassem as partidas. Porém, ele acompanha menos futebol do que no passado.

Se for o meu Galo que estiver jogando, eu acompanho por exemplo. Finais também, mas não assisto mais a qualquer jogo, como era antes. Só não gosto de ver jogo da Seleção, porque eu olho hoje para a Seleção, para a Copa de 2014, cada gol que o Brasil tomava me doía porque eu sabia que tinha qualidade para estar ali. Não que os goleiros que estivessem lá fosse ruins, longe disso, eram muito bons. Também não consigo ver jogo do Milan, porque eu tinha um pré-contrato assinado já com eles, e indo para lá com certeza que estaria entre os três da Copa do Mundo.

https://esportes.yahoo.com/blogs/redacao/goleiro-bruno-revela-ter-perdido-todo-o-dinheiro-e-n%C3%A3o-v%C3%AA-jogos-da-sele%C3%A7%C3%A3o-175600887.html

Atirador invade igreja nos EUA durante culto, se arrepende e aceita Jesus

Atirador invade igreja nos EUA durante culto, se arrepende e aceita Jesus

Na véspera do ano novo, um homem armado invadiu um culto em uma igreja na Carolina do Norte, nos Estados Unidos. No entanto, o crime premeditado teve um desfecho diferente: o atirador foi alcançado por Jesus Cristo.

Na quinta-feira, 31 de dezembro, a igrejaHeal the Outreach Ministries realizava um culto de fim de ano conduzido pelo pastor Larry Wright, que também atua como um vereador na cidade de Fayetteville.

Segundo relatos, o homem entrou na igreja enquanto Wright pregava uma mensagem. O homem, que não foi identificado, caminhou em direção ao altar e apontou seu rifle para o teto.

“Posso ajudá-lo?”, perguntou Wright. O homem pediu uma oração. Em seguida, o pastor retirou a arma de suas mãos e instruiu seus diáconos a abraçá-lo e fazer com que ele se sentisse bem-vindo. O pastor orou pelo homem, que caiu de joelhos, em prantos.

Wright o convidou para ficar até o fim do culto. No final da reunião, o homem deu um passo adiante quando um convite foi apresentado.

“Ele deu a sua vida a Cristo”, disse Wright aos jornalistas. “Eu orei com ele e nos abraçamos. Eu estava como um pai abraçando um filho.”

Um dos membros havia acionado a polícia no momento em que o atirador entrou na igreja. Assim que a equipe chegou ao local, Wright pediu para que eles esperassem o homem do lado de fora.

O pastor informou ao atirador, no final do culto, que a aplicação da lei o esperava do lado de fora do prédio. Então, o homem se voltou para os membros da igreja e pediu desculpas por suas ações.

Ele explicou que, inicialmente, tinha a intenção de cometer um crime, mas Deus o tocou. Mais tarde, ele foi levado para um hospital a fim de realizar uma avaliação mental.

O pastor e vereador disse que espera entrar em contato com o homem novamente. “Eu quero acompanhá-lo e ver se ele está recebendo a ajuda e os recursos que ele precisa”, disse Wright.

http://www.cpadnews.com.br/universo-cristao/31725/atirador-invade-igreja-nos-eua-durante-culto-se-arrepende-e-aceita-jesus.html?utm_source=twitterfeed&utm_medium=facebook