IGREJA X POLÍTICA – Justiça anula doações de terras para igreja e 2 sindicatos

As doações de 3 terrenos públicos para a Igreja Assembleia de Deus Nova Aliança, para o Sindicato dos Fiscais de Tributos Estaduais de Mato Grosso (Sintafe) e para Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível de Mato Grosso, foram anuladas pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). A decisão foi proferida nesta quinta-feira (25). Todos os terrenos estão localizados no Centro Político Administrativo, em Cuiabá.

À unanimidade, o Pleno do TJ concedeu liminar numa Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) movida pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra o governo do Estado que fez as doações e contra a Assembleia Legislativa que deu aval aprovando 3 leis estaduais que a partir de agora perdem a eficácia. As leis foram aprovadas em 2014 e as doações dos terrenos concretizadas na gestão do então governador Silval Barbosa (PMDB), atualmente preso por participação em 2 esquemas de corrupção.

Com isso, as leis estaduais números 10.240 e 10.241 de 30 de dezembro de 2014, e número 10.246 de 31 de dezembro de 2014 deixam de ter qualquer valor jurídico. Vale dizer que elas foram publicadas nos últimos 2 dias da gestão Silval Barbosa. A Adin proposta pela Procuradoria-Geral de Justiça de Mato Grosso, chefiada pelo procurador-geral de Justiça, Paulo Prado, está sob relatoria do desembargador Luiz Ferreira da Silva. Nela, o MPE afirma que as leis ofendem os artigos 3º e 129 da Constituição Estadual.

Ao Sintafe foi doada uma área de terra com 5.9 mi metros quadrados com o objetivo de que o beneficiário construa a sede do sindicato. O terreno doado ao Sindicato do Comércio Varejista de Petróleo possui 8 mil metros quadrados. O objetivo seria para a construção de um condomínio complexo intersindical patronal para abrigar seus associados. A Igreja Assembleia de Deus Nova Aliança também foi contemplada com uma a área de terra com 11.3 mil metros quadrados para construir prédios voltados à ministração de cursos em parceria com o setor público e privado.

A Procuradoria-Geral de Justiça afirma que as normas combatidas são inconstitucionais por se mostrarem incompatíveis com os princípios da legalidade, da impessoalidade e da moralidade administrativa, preconizados no artigo 129 da Constituição de Mato Grosso, por entender que os imóveis acima descritos “devem ter destinação pública, seja na prestação de serviços (uso especial), seja na utilização por todos (uso comum), ou ainda desafetado (bem dominical) de forma a beneficiar a coletividade”.

Os argumentos foram acatados por todos os desembargadores que integram o Pleno do Tribunal de Justiça e participaram da sessão e concederam a liminar. Agora, será preciso aguardar o julgamento do mérito. De todo modo, a decisão provisória já invalida as leis e torna nulas as doações.

http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/149/og/1/materia/470937/t/tj-anula-doacoes-de-terras-para-igreja-e-2-sindicatos

Decência para presidente

Mateus 12:36

Por Max Lucado

Como pai de três filhas, eu resguardei o direito de entrevistar os rapazes que queriam sair com elas. Parecia-me justo. Afinal, eu e a minha esposa havíamos passado 16 a 17 anos alimentando-as e vestindo-as, pagando aparelho dos dentes, e levando-as a torneios de vôlei e ensaios de piano. Um encontro de cinco minutos cara-a-cara com o rapaz me parecia uma expectativa razoável. Eu estava confiando o amor da minha vida a ele. Nas próximas horas ela teria que depender da habilidade dele de dirigir um carro, evitar gente pesada, e permanecer sóbrio. Eu queria saber se ele seria capaz. Eu queria saber se ele seria decente.

Esta era a minha palavra: “decente”. Ele tinha um jeito decente? Ele trataria a minha filha com consideração e respeito? Poderíamos confiar nele para levá-la em casa até a hora combinada? Na linguagem, ações e decisões dele, ele seria um rapaz decente?

Decência era importante para mim como pai.

Decência é importante para você. Notamos a pessoa que paga suas dívidas. Apreciamos o médico que separa o tempo para nos escutar. Quando o marido honra os seus votos de casamento, quando a professora separa tempo para o aluno com dificuldade, quando o empregado recusa fofocar sobre seu colega, quando o time que perde parabeniza o time que ganhou, podemos caracterizar seu comportamento com a palavra decente.

Apreciamos decência. Aplaudimos decência. Ensinamos decência. Procuramos desenvolver decência. A decência é importante, não é?

Então, porque a decência não está sendo mais valorizada na corrida presidencial?

O candidato da frente para ser o próximo líder dos Estados Unidos não passaria no meu teste de decência. Eu o mandaria embora. Eu diria para minha filha ficar em casa. Eu não confiara ela aos cuidados dele.

Eu não conheço Mr. Trump. Mas eu tenho ficado perplexo com suas atitudes. Ele ridicularizou um herói de guerra. Ridicularizou o ciclo menstrual de uma repórter. Ele fez piada com um repórter com necessidade especial. Referiu-se à primeira dama anterior, Barbara Bush como “mainha” e criticou Jeb Bush por levá-la na sua campanha. Ele rotineiramente rotula pessoas de “estúpido”, “perdedor”, e “burro”. Estes não foram comentários privados, de bastidores, espionados, ou feitos para não serem repetidos. Foram publicamente e intencionalmente tuitados, gravados e apresentados.

Tais insensibilidades não seriam aceitas nem numa eleição de candidatos em organizações escolares. Para a Casa Branca? E fazer isso enquanto levanta uma Bíblia e se gaba da fé Cristã dele? Estou perplexo, tanto pelo comportamento dele como pelo apoio do público.

A explicação comum pelo sucesso dele é esta: ele acertou no furor do povo Americano. Como um homem disse, “Estamos votando com o nosso dedo do meio.” Isso parece mais um comentário para uma briga de gangues do que para uma eleição presidencial. Reações alimentadas por raiva têm causado problemas desde que Caim ficou com raiva de Abel.

Só nos resta esperar, e orar, para um retorno à decência. Talvez Mr. Trump irá melhor adequar as suas atitudes. (Isso merece oração, com certeza.) Ou, talvez o público Americano irá lembrar que o papel principal do presidente é ser a cara do povo Americano. Quando ele/ela fala, ele/ela fala por nós. Queira concordar ou discordar das decisões do presidente, não é que esperamos que se comportem de uma maneira consistente com o status do seu ofício?

Pelo que me consta, eu nunca mandei embora um dos rapazes que queria sair com uma das minhas filhas. Eles não eram perfeitos, mas eram rapazes decentes. Era tudo que eu podia pedir.

Parece-me que devemos pedir o mesmo agora.

Devocional Diário 27/02/2016  de Max Lucado

http://www.hermeneutica.com/mensagens/decencia-para-presidente.html

A Vinda de Jesus em Glória – Lição 9 EBD/CPAD – 1º Trimestre de 2016

“Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; e todas as tribos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem, vindo sobre as nuvens […].”(Mt 24.30)
 
VERDADE PRÁTICA
A vinda de Jesus para implantar o Milênio porá fim a todas as forças do mal e dará início a um futuro glorioso na Terra.
LEITURA DIÁRIA
Segunda – Ap 1.7
Jesus vem com as nuvens e todo o olho o verá

Terça – Jo 14.2,3
Jesus foi preparar-nos um lugar no céu, mas Ele prometeu voltar
Quarta – Mq 2.10
A corrupção “destrói grandemente” a humanidade

Quinta – Mt 24.31
Jesus virá e enviará seus anjos para ajuntar os escolhidos
Sexta – Mt 25.33
Jesus virá e apartará as suas ovelhas dos bodes
Sábado – Ap 16.16
Muitos não creem, todavia o mundo verá a batalha do Armagedom
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Mateus 24.29, 30; Apocalipse 19.19, 20; 20.1,2,3.
Mt 24.29 – E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.
30 – Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; e todas as tribos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
Ap 19.19 – E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo e ao seu exército.
20 – E a besta foi presa e, com ela, o falso profeta, que, diante dela, fizera os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e ado-
raram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no ardente lago de fogo e de enxofre.
Ap 20.1 – E vi descer do céu um anjo que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão.
2 – Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.
3 – E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que mais não engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.
OBJETIVO GERAL
 
Mostrar que Jesus vem sobre as nuvens e que todo o olho o verá.
HINOS SUGERIDOS: 70, 98, 157 da Harpa Cristã
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.
Saber que Jesus voltará e que todos o verão;
Explicar que Jesus voltará para dar a devida recompensa aos ímpios;
Compreender como será o Milênio.
INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Na lição de hoje veremos que depois do período da Grande Tribulação, Jesus voltará para implantar seu Reino Milenial. Neste período, Satanás ficará preso por mil anos no abismo. A terra, neste período, estará livre de toda e qualquer ação demoníaca. Você consegue imaginar a paz que este mundo vai desfrutar? Depois deste período de reclusão, Satanás será solto por um pouco de tempo, antes de receber o castigo eterno no lago de fogo. O Inimigo tem um propósito neste mundo – matar, roubar e destruir (Jo 10.10). Ele vem cumprindo seus desígnios, porém Jesus Cristo veio ao mundo para destruir as obras do Diabo e nos dar a vida eterna. Não precisamos temer Satanás, pois seus dias estão contados e logo suas ações vão se findar.
COMENTÁRIO
INTRODUÇÃO
Após o período tenebroso da Grande Tribulação, Jesus voltará e implantará o seu Reino Milenial na Terra. Ele virá juntamente com sua Igreja, cercado de anjos e será visto por todos os que habitam na Terra (Cl 3.4). Na sua vinda em Glória, Jesus será visto por todos, inclusive pelos que os traspassaram: “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre Ele. Sim! Amém!” (Ap 1.7).
PONTO CENTRAL
Depois do período da Grande Tribulação Jesus voltará para implantar seu Reino Milenial.
 
I – JESUS VOLTARÁ  E TODOS O VERÃO
1. Jesus voltará com poder e glória. Após as Bodas do Cordeiro, Jesus voltará com os santos, como prometeu aos seus discípulos (Jo 14.2,3). E sua vinda será visível aos olhos de todo o mundo (Ap 1.7; 1 Ts 3.13; Mt 24.42-44). Ele voltará para dar fim às catástrofes mundiais, acabar com a Grande Tribulação, livrar Israel do Anticristo e seus aliados e implantar o seu Reino Milenial. Com a sua vinda em Glória, Ele preparará o mundo para o Milênio. Antes deste, diversos eventos serão vistos na Terra, protagonizados pelo Senhor Jesus Cristo.
2. O cortejo que acompanhará o Rei. “E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça” (Ap 19.11). João registrou no Apocalipse uma visão do cortejo real que acompanhará Cristo em sua vinda em glória para assumir o governo total do Universo. Ele virá como Rei dos reis e Senhor dos senhores e regerá as nações “com vara de ferro”, símbolo de autoridade absoluta (Ap 19.12-16).
SÍNTESE DO TÓPICO I
Depois das Bodas do Cordeiro, Jesus voltará com os santos e todos o verão.
SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO
Professor, enfatize logo no primeiro tópico da lição que o principal enfoque do “Milênio não é Satanás, mas o Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Será o momento de sua manifestação, a hora da sua revelação. Cristo, em toda a sua glória, instituirá seu reino de justiça e paz. Durante o Milênio, a glória manifesta de Cristo resplandecerá em sua plenitude.
Salmos 2.6-9 mostra o plano de Deus para Cristo, seu Filho, reinar sobre a terra, apesar do ódio das nações e da rebelião contra Deus. Seu propósito soberano será levado a cabo. Daniel 7.13,14 também fala sobre este evento” (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, p.317).
CONHEÇA MAIS
* Batalha do Armagedom
“Enfrentamento bélico-espiritual que se dará entre as nações de Cristo e as do mal na derradeira etapa da Septuagésima Semana de Daniel (Ap 16.14-16). A batalha terá como palco as montanhas de Megido, localizadas a 24 quilômetros de Nazaré. No vale de Megido, foram travadas as memoráveis batalhas de Israel. Aqui, Baraque obteve grande vitória sobre os cananeus, e Gideão, sobre os midianitas (Jz 4,5 e 7). Também em Megido morreram dois reis hebreus: Saul e Josias (1 Sm 31.8; 2 Cr 35.22).” Leia mais em Dicionário de Profecia Bíblica, CPAD, p. 31.
II – JESUS VOLTARÁ PARA DAR A DEVIDA RECOMPENSA AOS ÍMPIOS E PARA LIVRAR ISRAEL DO EXTERMÍNIO
1. A recompensa dos ímpios. Nunca, a depravação, a iniquidade e as blasfêmias contra Deus foram tão acentuadas como no Século XXI. A corrupção, a injustiça, a ganância, vem sendo praticada com respaldo legal e institucional, ignorando as leis de Deus. O casamento é desprezado e a família (Gn 2.24) está sendo substituída por configurações que não obedecem ao padrão bíblico. Além disso, “a corrupção que destrói grandemente” (Mq 2.10) não tem limites assim como a violência. Jesus castigará severamente os que “não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo” (2 Ts 1.8; Jd 1.15,16).
2. A batalha do Armagedom. Os exércitos do Anticristo se reunirão para destruir Israel, no vale do Armagedom: “E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom” (Ap 16.16). O objetivo é exterminar Israel. A batalha durará só um dia. Será uma batalha em que Israel não terá condições de vencer pelas armas humanas. Um terço dos judeus morrerá (Zc 13.8), mulheres serão violentadas (Zc 14.2) e a situação de Israel será muito crítica (Ap 14.20). Jesus então descerá para socorrer Israel (Ler Zc 14.3-5); Ele destruirá as nações “que vierem contra Jerusalém” (Zc 12.8,9). Só então Israel reconhecerá que Jesus é o Messias (Ez 37).
3. O Anticristo se voltará contra Jesus (Ap 19.19). Será o seu fim. O Senhor, à frente do exército celestial, em cavalos brancos, vencerá o Anticristo e o falso profeta e os lançará no lago de fogo (2 Ts 2.8; Ap 19.20) e os exércitos inimigos serão destruídos (Zc 14.12). Jesus vencerá o Anticristo como um fogo, e os carros do céu serão como uma tempestade (Is 66.15,16) e com “o assopro da sua boca” (2 Ts 2.8) destruirá todos os sistemas mundiais e a satânica “Nova Ordem Mundial” (Dn 2.44,45; Mt 21.44b). Jesus lançará o Anticristo e o Falso Profeta “no ardente lado de fogo e de enxofre” (Ap 19.20; Mt 25.41). Um anjo poderoso prenderá o Diabo e o lançará no abismo, onde permanecerá durante mil anos (Ap 20.3).
4. O fim da batalha do Armagedom. Com a prisão de Satanás, do Anticristo e do Falso Profeta, a trindade satânica estará destruída. Os pecadores, ante os juízos de Jesus sobre a Besta e os inimigos de Israel, terão tanto pavor que clamarão pela morte (Ap 6.15-17).
Não será a estratégia de guerra de Israel que derrotará seus inimigos, mas o poder de Deus e de Cristo, vindo do céu. Com a vitória retumbante de Jesus sobre o Anticristo, o Diabo e o falso profeta, Israel será salvo da destruição e assumirá suas funções no Milênio. O texto de Ezequiel 36.26-38 revela como será a restauração de Israel, após a derrota dos exércitos inimigos por Jesus.
5. O julgamento divino. Todas as nações, especialmente as que se levantaram contra Israel, serão julgadas (Zc 12.3b). Esse julgamento ocorrerá depois que o Anticristo for vencido. Jesus vai assentar-se no seu trono de glória, no lugar chamado “Vale de Josafá” (Jl 3.12,14), onde serão julgadas as nações coletivamente (Mt 24.32). De acordo com Eurico Bergstén “possivelmente virão à presença de Jesus as autoridades constituídas de cada nação”. As nações serão julgadas pelo modo como trataram Israel (Mt 25.40,45).
6. A separação dos “bodes” das “ovelhas” (Mt 25.31-33). Jesus utilizou como exemplo ovelhas e bodes para demonstrar a diferença que existe entre os incrédulos e os crentes. Era comum as ovelhas e os bodes pastarem juntos, todavia, na hora da tosquia, eles eram separados. As “ovelhas” são todos aqueles que pela fé aceitaram a Jesus como único e suficiente Salvador, tornando-se filhos (as) de Deus. Os “bodes” são aqueles que rejeitam a Jesus Cristo e o seu sacrifício na cruz do Calvário (Mt 25.41-46)
SÍNTESE DO TÓPICO II
O Senhor Jesus virá e dará a devida recompensa àqueles que não se arrependerem dos seus pecados. Quanto a Israel, Ele irá livrá-los do extermínio.
SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO
No segundo subtópico, o assunto a ser estudado é a  Batalha do Armagedom. Inicie fazendo a seguinte indagação: “O que é o Armagedom?” Ouça os alunos com atenção. Explique aos alunos o significado utilizando o texto abaixo.
“O termo ‘Armagedom’ vem da língua hebraica. Har é a palavra para ‘montanha’ ou ‘colina’. Mageddon provavelmente diz respeito às ruínas da antiga cidade de Megido, que fica acima do Vale de Esdrelom no norte de Israel, onde os exércitos do mundo se reunirão.
De acordo com a Bíblia, grandes exércitos do oriente e do ocidente se reunirão nesta planície. O Anticristo derrotará os exércitos do sul, pelo fato de estes ameaçarem o seu poder, e destruirá uma Babilônia reconstruída a leste – antes de finalmente voltar as suas forças para Jerusalém a fim de dominá-la e destruí-la. Quando ele e seus exércitos marcharem contra Jerusalém, Deus entrará em ação e Jesus Cristo voltará para resgatar o seu povo, Israel. O Senhor, com seu exército angelical, destruirá os exércitos, capturará o Anticristo e o Falso Profeta e lança-los-á no lago de fogo (Ap 19.11-21).
Quando o Senhor voltar, o poder e domínio do Anticristo terão fim. Charles Dyer afirma: ‘Daniel, Joel e Zacarias identificam Jerusalém como o local onde ocorrerá a batalha final entre Cristo e o Anticristo. Os três predizem que Deus interferirá na história do seu povo e destruirá o exército do Anticristo em Jerusalém. Zacarias profetiza que a batalha terá um fim quando o Messias voltar à terra e seus pés tocarem o Monte das Oliveiras. Esta batalha será concluída com a segunda vinda de Jesus’.
A campanha do Armagedom – na verdade, em Jerusalém – será  um dos acontecimentos mais desapontadores da história. Com exércitos tão gigantescos reunidos em ambos os lados, seria de se esperar um confronto épico entre o bem e o  mal. Não importa, todavia, quão poderoso alguém é na terra. Ninguém é páreo para o poder de Deus” (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, pp.74,75).
III – PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
1. Satanás é preso por mil anos. Para onde irão os que foram derrotados na Batalha do Armagedom? Segundo a Palavra de Deus, eles terão três destinos diferentes: O Anticristo e o Falso profeta serão lançados no Lago de Fogo; seus seguidores irão para o Hades, onde aguardarão o Juízo Final e Satanás será preso no Abismo por mil anos (Ap 20.1-3).
2. Quem estará no Milênio com Cristo? Todas as ovelhas de Jesus Cristo entrarão no Milênio para reinar com Ele (Mt 25.34). Os “bodes” serão lançados no inferno (Mt 25.41,46). As ovelhas reinarão com Cristo por mil anos, literalmente, bem como os homens que não adoraram a Besta (Ap 20.4). Também entrará o restante das nações que escaparem da Grande Tribulação. Os ímpios só ressuscitarão para serem julgados, no Juízo Final, após os mil anos (Ap 20.5,6).
SÍNTESE DO TÓPICO III
O mundo está sendo preparado para o Milênio, onde os salvos reinarão com Jesus Cristo.
 
SUBSÍDIO ESCATOLÓGICO
 “O aprisionamento de Satanás evidencia que o reino milenial de Cristo ainda é um evento futuro (Ap 20.2). Apocalipse 20.1-3 mostra que Deus impedirá Satanás de enganar as nações. Esta passagem ensina que Satanás não será apenas limitado, mas que ficará totalmente inativo durante o Milênio. Isto é completamente diferente do que vemos atualmente. A respeito de sua atividade, o apóstolo Pedro diz: ‘Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar’ (1 Pe 5.8).
Embora Satanás não esteja preso nesta era, ele está sob o controle soberano de Deus, o que se pode ver claramente nas conversas entre Satanás e Deus a respeito de Jó (Jó 1.6-22). A prisão de Satanás durante o Milênio efetivamente possui um propósito divino: Deus manifestará sua justiça perfeita e dará ao homem circunstâncias ideais para viver e adorar o Messias” (LAHAYE, Tim. Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2008, p.317).
CONCLUSÃO
A batalha do Armagedom e a vinda do Senhor devem ser encaradas como literais e não como hipóteses futuras. Estes eventos escatológicos têm o respaldo das Escrituras Sagradas. Eles serão o cumprimento do plano de Deus na Terra. Vale à pena refletir a respeito do que Deus tem preparado para os fins dos tempos, tanto para a Igreja, como para o mundo.
PARA REFLETIR
A respeito da Escatologia Bíblica, responda: 
 
Com quem Jesus voltará depois das Bodas do Cordeiro?
Após as Bodas do Cordeiro, Jesus voltará com os santos, como prometeu aos seus discípulos (Jo 14.2,3).
 
Qual será a recompensa dos ímpios?
O castigo eterno.
 
Quanto tempo durará a Batalha do Armagedom?
A batalha durará só um dia.
 
Para onde irão os que foram derrotados na Batalha do Armagedom?
Jesus lançará o Anticristo e o Falso Profeta “no ardente lado de fogo e de enxofre” (Ap 19.20; Mt 25.41).
 
Quem estará no Milênio com Cristo?
Todos os salvos em Jesus Cristo.
 
CONSULTE
Revista Ensinador Cristão – CPAD, nº 65, p40.
Você encontrará mais subsídios para enriquecer a lição. São artigos que buscam expandir certos assuntos.
 
SUGESTÃO DE LEITURA
As Disciplinas da Vida Cristã
Uma obra que trata das mais relevantes práticas que o cristão deve exercer em sua jornada, tais como: a oração, a leitura devocional da Bíblia, o serviço cristão, adoração, entre muitas outras.
A Doutrina Bíblica dos Anjos
Como são os Anjos? Anjos da Guarda existem? Quem são os anjos maus? Ler este livro é entrar em contato com uma realidade que muitos ignoram. Os anjos existem e estão sempre atentos ao nosso mundo.
Doutrinas dos Anjos e Demônios
O autor descreve como os anjos encontram-se ao nosso redor e aborda as mais variadas ideias acerca dos demônios, tendo por base, acima de tudo, as Escrituras Sagradas.

http://adbetimindustrial.blogspot.com.br/2015/12/licao-9-28-de-fevereiro-de-2016-vinda.html

Filme Os Dez Mandamentos supera Star Wars em ingressos mais vendidos

Além de ter dado muito o que falar, Os Dez Mandamentos também deu um bom lucro com sua versão cinematográfica exibida no país.

Seguindo o sucesso de audiência que a novela teve na TV, Os Dez Mandamentos estreou nas telonas em janeiro de 2016.

A segunda temporada da novela começou a ser gravada nesta semana nos estúdios da Record no Rio de Janeiro.

De acordo com dados oficiais confirmados pela Record, o filme teve cerca de 6 milhões e 679 mil ingressos vendidos nas bilheterias de cinema durante quatro semanas de exibição.

Para dimensionar este número, Star Wars: O Despertar da Força, que foi um enorme sucesso no Brasil e no mundo todo, teve um desempenho um pouco menor: seis milhões e 667 mil espectadores.

http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/127/og/1/materia/470833/t/filme-os-dez-mandamentos-supera-star-wars-em-ingressos-mais-vendidos

Porque as igrejas e os pastores estão evitando a palavra ‘pecado’?

 

 

 

Muitos conhecem o versículo de 2 Crônicas 7:14: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos...”, mas muitos tem evitado o último comando: “e se converter dos seus maus caminhos“…

Não é nenhum segredo que existe uma mudança significativa na igreja de hoje para evitar o pecado e oarrependimento. A Palavra de Deus diz para confrontar, confessar e abandonar o pecado, enquanto que muitos nos encorajam a ignorar, negligenciar e continuar no pecado.

Um pregador popular da TV chegou a dizer: “Não falo do pecado” e ele estava orgulhoso de si. O silêncio sobre o pecado minimiza a cruz e o torna menos ofensivo. Mas a cruz só faz sentido à luz das consequências do pecado. “Para convencer o mundo da verdade do cristianismo, primeiro tem que estar convencido do pecado. O pecado é o única coisa que faz de Cristo inteligível“. (Andrew Murray).

O Evangelho, é a boa noticia de que Jesus veio salvar os pecadores, é um insulto para o mundo. Jesus mesmo disse que sua menagem de redenção seria ofensiva. Ele disse a verdade por Seu amor aos perdidos, e nós devemos tratar de fazer o mesmo. A boa noticia somente pode ser apreciada e entendida com as más noticias como um pano de fundo. Como podemos falar sobre o amor, a misericórdia e a graça de Deus sem mencionar sua justiça, firmeza e santidade? Como podemos falar sobre o céu, mas não do inferno? Do relacionamento, mas nenhum arrependimento? Do Salvador, mas não do pecado? Não podemos!

A palavra que muda tudo é: arrependimento. Richard Owen Roberts disse: “Você pode ter certeza de que a cabeça de cada recuperação significativa de reincidência… a doutrina do arrependimento tem sido uma das verdades preciosas que Deus tem acelerado e usado“. O arrependimento é uma das primeira ordens no Evangelho e pode ser a palavra mais importante que uma pessoa pode ouvir. “Espere um minuto. E o amor?”. Sim, graças a Deus por João : o amor não anula o arrependimento; pelo contrario ele encoraja o arrependimento, o amor de Deus nos leva ao arrependimento.

Muitos acreditam erroneamente que Jesus não mencionou o pecado; afinal de contas, ele era “um amigo dos pecadores”. No entanto, a Escritura revela exatamente o oposto. Por exemplo, em João 5:14 Jesus disse para um homem não pecar mais, ou algo pior aconteceria. Ele também disse à mulher apanhada no ato de adultério “vá e não peques mais.”

Curta-nos no Facebook

Em Lucas 10: 13-14, Jesus repreendeu as cidades que não se arrependeram e que voltaram a pecar, e no quinto capítulo de Mateus, Ele nos exorta a remover qualquer coisa que nos faça pecar. É claro que “Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores” (1 Timóteo 1:15). Por que, então, existe um movimento na igreja para evitar mencionar o pecado? João 12:43, pode revelar a resposta, “porque eles amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus.”

Eu não estou promovendo uma religião baseada em obras; eu estou mostrando a importância de ter uma verdadeira relação com Cristo – uma relação que produz um fruto piedoso. A fé genuína é refletida em uma vida transformada, no amor a Deus e à sua Palavra, em sincera humildade, amor altruísta, e um verdadeiro arrependimento e uma vida desconectada das coisas do mundo. A sua vida reflete essas características? Como pode ver, uma visão correta do pecado é de vital importancia.

Acredite ou não, muitos na igreja estão tentando substituir a palavra “arrepender-se” para “repensar”. Aparentemente, precisamos repensar nossa visão estreita do Evangelho e da nossa visão restringida da hermenêutica bíblica, segundo como eles dizem. Esta re-escrita parece ridículo, mas é verdade. Eles argumentam que “arrependimento” realmente não pode significar o que pensamos.

Na realidade, não é nenhuma surpresa que tomem esta posição. Para que o cristianismo parece digerível e menos intrusiva na nossa cultura, muitos acreditam que temos que repensar, redefinir e mudar o nome das difíceis verdades, incluindo arrependimento. Se a sua igreja raramente menciona o pecado e evita falar de arrependimento, você deve fazer algumas perguntas difíceis.

O arrependimento é um verdadeiro dom de Deus que afeta tudo em nossas vidas. Se as nossas prioridades, nossas paixões, nossas metas e nossos desejos não estão alinhados com os de Deus, temos arrependido verdadeiramente? Eu só digo isto porque muitas pessoas hoje têm uma religião e não uma verdadeira ligação com Cristo. Eles simplesmente vão com os movimentos. Elas nunca realmente se arrependeram e, portanto, carecem da paixão por Deus.

Tem sido dito que se a religião não mudou a sua vida, mude sua religião. Claro, há aflições, atividades e certas amizades que continuaram , mas se a nossa natureza em geral não mudar, ou pelo menos nesse sentido, temos de reavaliar o nosso compromisso – se realmente sou autentico? Será que realmente nos arrependemos e voltamos para Deus? “Conhecemos” verdadeiramente Jesus Cristo (razão) ou apenas sabemos “sobre” ele (religião)?

João 10:10 diz que Jesus veio para dar-nos a vida, à liberdade, e um relacionamento com Deus. Você está experimentando esta vida abundante? Você se sente pressionado pelo pecado, pelas regras, compromisso ou tradição? Isso pode mudar: 2 Coríntios 5:17 diz que, se alguém está em Cristo é uma nova criatura. As coisas velhas se passaram e o novo esta aqui. Você deve confiar Nele como Senhor e Salvador.

Se você é um crente, mas está preso no pecado, miséria e depressão, também tem esperança. Deus chama continuamente o seu povo a Ele. Se voltarmos a Ele de todo o coração (arrependimento), Ele vai voltar para você. Este é um presente de grande valor … uma promessa que nunca falhará.

por: Pr. Shane Idleman
Traduzido e Adaptado por: Thiago Dearo

Portal Padom

Porque as igrejas e os pastores estão evitando a palavra ‘pecado’?

Operação Deus Tá Vendo prende cinco pastores evangélicos

Sete aeronaves foram apreendidas na manhã desta quarta-feira pela Polícia FederalA Delegacia de Polícia de Veranópolis, no Rio Grande do Sul, deflagrou na quarta-feira a Operação Deus Tá Vendo, em três Estados. De acordo com informações da Polícia Civil do RS, a ação prendeu cinco pastores evangélicos ligados a Assembleia de Deus em Itajaí (SC), Ponta Grossa (PR) e São Gonçalo (RJ), por fraude em venda de veículos. (Sete aeronaves foram apreendidas na manhã desta quarta-feira pela Polícia Federal – Foto: Polícia Federal / Divulgação)

Segundo o delegado Alvaro Luiz Pacheco Becker, da 2ª DP de Bento Gonçalves (RS), os presos atuavam em associação criminosa, vendendo os veículos por preços abaixo do valor de mercado. Eles alegavam que a Igreja havia recebido os automóveis por meio de uma doação da Receita Federal, por isso poderiam vendê-los por preços menores.

O valor aproximado do golpe gira em torno de R$ 1,2 milhão, tendo mais de 40 vítimas só na cidade de Veranópolis.

http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/operacao-deus-ta-vendo-prende-cinco-pastores-evangelicos,b13d0a43aa1da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html?utm_source=Whatsapp&utm_medium=SOCIAL&utm_campaign=Whatsapp

Muitos lideres, correm o risco de perder o pastorado na sua igreja, 14% dos pastores lutam contra a pornografia, indica estudo

pastoral
O assunto é polêmico. Ano passado, quanto um site considerado “pornográfico” teve a segurança comprometida e foram revelados nomes de milhares de usuários. Centenas pastores estavam inscritos. A revelação custou o ministério de alguns e, em pelo menos um caso, a vida.

Saiba mais
>>> Estudo mostra que 14% dos pastores lutam contra a pornografia
>>> 64 % dos pastores protestantes admitem sofrerem de vício sexual

Uma nova pesquisa do Grupo Barna, feita nos Estados Unidos indica que 14% dos pastores mais velhos e 21% dos jovens pastores lutam contra a pornografia. O material, com o título de “The Porn Phenomenon” foi encomendado pelo Josh McDowell Ministries e pela organização Covenant Eyes, criadora de um software para “filtrar” conteúdo impróprio na internet.

Foram entrevistadas 2700 pessoas, divididas em grupos específicos que incluía diferentes faixas etárias, sendo dado atenção especial aos que são pastores ou líderes na igreja. O número de adolescentes e jovens adultos que procuram ativamente a pornografia pelo menos uma vez por mês chamam atenção: 43% dos adolescentes, 57% dos jovens de 18 a 24 anos e 45% dos entrevistados com idade entre 25 e 30.

Não são apenas os homens que admitem acessar pornografia. Cinquenta e seis por cento das mulheres com idade entre 13 e 24 anos procuram por pornografia ao menos uma vez por mês. Em contraste, são 28% das mulheres a partir de 25 anos.

Uma das conclusões do estudo é que a exposição à pornografia – tanto a acidental, quanto a intencional – aumentou. Os líderes religiosos que participaram do estudo admitiram que, assim como a maioria dos usuários da internet, já receberam e-mails não solicitados com conteúdo adulto ou viram alguma imagem dessas em janelas “pop up” que abriram sem o seu consentimento.

Pastores de jovens afirmaram que já visualizaram conteúdo sexual indesejado nas redes sociais como o Twitter ou Instagram.

A pesquisa do Instituto Barna indica que mais da metade dos pastores (57%) e 64% dos pastores de jovens que participaram do estudo disseram que já tinham lutado com a pornografia no passado ou ainda estão lutando com ela. Mais da metade (55%) deles admitiu que vive constantemente com medo de ser descoberto.

Do outro lado da questão, 41% dos cristãos adultos entendem que pastores que veem pornografia devem ser demitidos ou devem pedir demissão. Já 29% dos cristãos adultos acreditam que os pastores que assistem pornografia devem tirar uma licença e lidar diretamente com o problema.

Outros 16% afirmam que os pastores que tem o hábito de ver pornografia devem obter ajuda profissional. Apenas 5 por cento dos entrevistados dizem que nada deveria ser feito contra os pastores que veem pornografia.

O ministério Josh McDowell tratará amplamente do assunto e revelará os resultados completos deste estudo durante uma Conferência Mundial sobre o tema em abril. Foram enviados convites para 70.000 pastores dos EUA.

O pastor McDowell manifestou-se sobre o assunto. “Eu vou dizer que não há uma igreja, um líder cristão, um pastor, inclusive eu, que tenha uma resposta para isso. Nenhuma mensagem tradicional que ofereça uma solução irá funcionar.” Ele defende que “obreiros da igreja que mostrarem arrependimento devem receber apoio e acompanhamento de suas igrejas, e não serem simplesmente demitidos”. Com informações Christian Post

 

COMUNAS, ESOTÉRICO E CORTADORES DE – China denuncia ‘simpatia’ do Dalai Lama pelo Estado Islâmico

Líder espiritual tibetano discursa durante cerimônia de inauguração do Centro para prática de ioga em Bangalore, na Índia, na segunda-feira (7) (Foto: Manjunath Kiran / AFP)

Uma autoridade chinesa denunciou o Dalai Lama por pedir diálogos com militantes do Estado Islâmico, dizendo que o fato expôs a “simpatia” do líder espiritual tibetano pelo grupo jihadista, informou a mídia estatal chinesa nesta quarta-feira. (Líder espiritual tibetano discursa durante cerimônia de inauguração do Centro para prática de ioga em Bangalore, na Índia, na segunda-feira (7) (Foto: Manjunath Kiran / AFP)

De acordo com o jornal italiano La Stampa, Dalai Lama disse que diálogos com o Estado Islâmico, que tomou territórios no Iraque e na Síria, são vitais para garantir a paz.

“Ao dizer ‘escutem, entendam e respeitem’, isso expõe a simpatia pelo Estado Islâmico”, disse Zhu Weiqun, presidente do comitê de questões étnicas e religiosas do Congresso chinês, de acordo com o jornal estatal chinês Global Times.

Zhu disse que a razão fundamental para a simpatia do Dalai Lama é o fato de que “ele nunca desistiu da violência em sua maneira política de vida”.

O Dalai Lama não estava imediatamente disponível para comentários. Seu secretário, Tenzin Taklha, não atendeu a telefonemas.

Pequim denuncia o Dalai Lama, exilado em 1959 após um levante contra o regime chinês no Tibet, como um perigoso “separatista”, acusação negada por ele.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/12/china-denuncia-simpatia-do-dalai-lama-pelo-estado-islamico.html