Mini-istros

Imagem relacionada
José San Martín Camiña Neto

Houve um tempo em que o povo ia para a igreja com a certeza de que algo especial aconteceria por meio da pregação. Impactado pela Palavra a cada culto, o crente praticava o que ouvia numa interação constante.  A Igreja crescia em graça e conhecimento de Deus. Crescia numericamente por meio das novas conversões.

Obreiros fajutos, galgados ao ministério por eles mesmos ou por amizade e outros interesses alheios ao serviço do Mestre

Nestes tempos trabalhosos assistimos ao espetáculo da mediocridade e enrolação nos púlpitos repletos de ministros sem chamada, incompetentes para comunicar algo inspirado ao povo. O resultado é o esvaziamento dos templos na medida em que o povo vai em busca de alimento e volta faminto para casa.

Aqueles que não possuem uma ligação mais estreita e histórica com a denominação vão em busca de novas placas eclesiásticas que as possam satisfazer espiritualmente. E para muitos se inicia uma epopeia de peregrinações sem fim ante a descoberta de que em todos lugares há problemas, falhas, verdadeiros e falsos milagres, gente vazia e dissimulada. Obreiros fajutos, galgados ao ministério por eles mesmos ou por amizade e outros interesses alheios ao serviço do Mestre.

A esperança são uns poucos que pregam a Verdade. É o remanescente fiel. Os que seguem na contramão das presepadas e falsas manifestações da divindade. São os profetas semelhantes aos homens de Deus do passado que fizeram a diferença em meio às crises de obediência do palácio ao interior das cidades maduras para o Juízo divino.

Um Wesley, um Abel, um Bunyan aqui. Um Wiclife , um Isaías, um Estevão ali. Um Micaías, um João Batista, um Savonarola acolá. Milhares de Mártires da janela 10/40, das cortinas de ferro, de bambu ou do radicalismo maometano. Virgens prudentes, trigo, salvos da assembleia universal dos santos.

Esforcemo-nos para não sermos meros frequentadores de igrejas destinados à perdição eterna.

José San Martín Camiña Neto é ministro evangélico e jornalista

Anúncios

Um comentário sobre “Mini-istros

  1. É uma palavra de despertamento e de alerta para nós, cristãos.

    Foi -se a época em que as pessoas, e até os crentes, nem queriam mais sair da igreja para ir embora, pois a presença do Espírito Santo era maravilhosa e todos se regozijavam em estar no Templo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s