Como vencer a depressão

Nelmair Barbosa*

 

A depressão é uma enfermidade que sempre existiu, porém nos últimos anos tem-se apresentado em maior numero de pessoas. Tem sido a doença do século, assim como o estresse, um mal semelhante. Em cada 10 pessoas uma tem depressão, sendo o 60% mulheres e 40% homens, conforme pesquisa feita pelo escritor Marcelo Aguiar, graduado em psicologia e teologia.

A depressão é um estado emocional ao qual todos os seres humanos estão sujeitos. Sejam evangélicos ou não. Há pessoas que dizem que um evangélico não pode ficar deprimido. Apontam entre as causas a falta de fé ou pecado. Isso não é verdade, pois a depressão não escolhe pessoas e é uma enfermidade como qualquer outra. Na Bíblia encontramos personagens que tiveram momentos de tristeza e desilusão. No livre de Rute 1.20, Noemi falou à suas amigas “Não me chameis Noemi, chamai-me Mara, porque grande amargura me tem dado o Todo-Poderoso”. Em Salmos 143.4 Davi escreveu: “Dentro de mim esmorece o meu espírito e o meu coração turbado”.  Jó também teve seus momentos de angústia e tristeza. Podemos ver que desde aquela época já se tratava de uma depressão.

Uma pessoa deprimida passa por momentos de desânimo, é uma pessoa abatida, sem auto-estima e  cada vez mais angustiada. Sente vontade de chorar, chega a pensar que está tudo perdido. Não é uma tristeza simples. Uma pessoa normal conversa, chora e logo passa, mas quando está com depressão isso não ocorre. Ela chora, conversa, passeia, vê amigos, mas nada adianta. Pode variar de pessoa para pessoa, algumas ao distrair-se consegue amenizar o problema, e outras não.

Antigamente o deprimido era chamado de pessoa melancólica, ou seja, era cometido de melancolia. Hoje, trata-se de depressão. O problema passou a ser visto pela medicina como uma doença. O diagnóstico feito por psicólogos, psiquiatras e psicanalistas que são os mais entendidos na área. Há a depressão leve e a depressão forte. Algumas pessoas em seu diagnóstico fraco podem conseguir controlá-la. Em outras o quadro é tão grave a ponto de ter de ser internadas tomando medicamentos fortes para controlá-la.

O deprimido apresenta vários sintomas: medo, desânimo, desgosto, tristeza, solidão, vontade de chorar, ansiedade (e em alguns até o próprio pânico), pensamentos sempre negativos, “tudo encontra-se ruim”, sente vergonha do problema, o que é normal num deprimido. Uns sentem falta de apetite, outros são acometidos de ansiedade que os faz comer constantemente. Há ainda a incapacidade de enfrentar as lutas do dia-a-dia. Assim como os sintomas da depressão, existem também as causas. Alguns estudiosos do assunto dizem que não há causa única para os deprimidos. Há alguns fatores, como, por exemplo, a doença pode vir devido a uma grande decepção, pode ser genético  (se houve caso de depressão na família há uma probabilidade de que um outro membro desenvolva a doença),  pode ser emocional, espiritual, ou fato ligado à seretonina no cérebro, substância que faz com que o estado de humor seja normal. Uma criança que teve sua infância conturbada, ou algum trauma, tem a probabilidade de mais tarde se tornar uma pessoa deprimida: a perda de um ente querido ou uma rejeição, são fatores que podem levar o indivíduo à depressão.

Se a pessoa foi receitada a tomar algum remédio? Devera tomá-lo, pois o remédio aumenta o nível de seretonina no cérebro, e isso não impede Deus de curar, pois sabemos que o maior remédio é o Senhor Jesus. Jejuns e orações a Deus contribuem para vencer essa doença. Isso porque ao conversar com várias pessoas que tiveram depressão sua resposta sobre como venceram a doença é sempre a mesma: “oração, jejum e leitura da Bíblia”. Às vezes é a maneira que Deus achou para provar a pessoa. E aquela pessoa que passa por esta doença aprende a dar valor mais e mais a vida, dar valor a família, valor ao teto que Deus lhe deu para morar, valor por ter uma igreja para congregar, valor da amizade, aprendendo assim a amar mais aquilo que Deus preparou para ela. Aprendem a admirar a natureza e passa ver a mão de Deus em tudo.

Um certo rapaz que teve depressão disse que tinha pânico de ver muita gente. Como ministro de Deus, querendo ou não, tinha que lidar com o público. Isso era um martírio, mas ele venceu com ajuda do Senhor Deus e com leitura bíblica. Quando ele começou com os sintomas se apegou à Bíblia para, através dela, vencer todos os obstáculos e hoje está liberto para a glória de Deus. Prega, canta sem nada a temer. É certo que alguns deprimidos têm tanto desânimo que não conseguem nem sequer ler, mas esforça-te e leia, por mais pouco que seja sua leitura, ela irá lhe ajudar a vencer. Salmo 124.8: “O nosso socorro esta em nome do Senhor que fez o céu e a terra”. Salmo 125.1: “Os que confiam no Senhor serão como montes de Sião, que não se abala, mas permanecem para sempre”.

Muitos reprimem a doença para não fazer alarme e não se expor, o que é pior e pode agravar mais. A pessoa se tranca e logo o seu cérebro não consegue mais conter a pressão psicológica que são os pensamentos comuns de um deprimido. Os psiquiatras dizem que o caminho é se soltar, desabafar, chorar e conversar principalmente com alguém de confiança. Varia de pessoa para pessoa, mas isso pode trazer alívio.

Uma pessoa nos contou que toda a sua luta do dia-a-dia, a carga que leva em casa, traz uma sobrecarga para sua mente, a ponto de ficar deprimida. A aconselhamos distribuir esse peso para que a depressão não aumentasse. Teria que confiar nos outros membros da família para ajudá-la. Algumas pessoas têm o hábito de ser superprotetoras. Protegem a todos sobrecarregando-se, logo vem o estresse e chega a ficar deprimido por não ter divido as ocupações.

É preciso ter muito cuidado com os acúmulos: dos dias agitados em que a pessoa vive as pressões do trabalho à constante busca por objetivo. É necessário aprender a controlar o seu cérebro e dividir tudo no lugar certo e no tempo certo.

Segundo a dra. Andréia, que possui doutorado na área de psicologia, o nosso cérebro tem uma capacidade imensa de querer nos dominar, mas nós é que temos de dominá-lo. Por exemplo: quando vêm muitos pensamentos sem sentido que pode levar à depressão, e não traz nenhum resultado satisfatório, você que ter o domínio de mudar os pensamentos, trabalhar a sua mente invertendo a situação, assim evita que os pensamentos venham lhe trazer angústia e tristeza. Por isso, conforme a dra. Andréia devemos dominar nosso cérebro.

Não é fácil passar por episódio depressivo. O deprimido tem a sensação de estar no fundo do mar, afogando no profundo de uma angústia e desespero, não consegue enxergar o sol, a lua e o lindo céu. Mas esta situação não durará para sempre, porque existe um Deus maravilhoso que em momento algum te deixou, e no momento mais difícil Ele está com você e promete te proteger. Não há porque se desesperar e temer, o Deus do impossível está conosco e o Deus de Jacó é nosso refugio. O Senhor tem nos acolhido em seus braços e debaixo de suas asa estaremos seguros.

“O Senhor afastou as sentenças que eram contra ti e lançou fora o teu inimigo, o rei de Israel o Senhor está no meio de ti, tu já não verás mal algum”, Sofonias  3.15.

O Senhor nos promete que seremos vitoriosos. Não se esqueça que a felicidade nos espera lá na frente. Deus tem planos maravilhosos em nossas vidas.

“Deus é o nosso refugio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações”, Salmos 46.1.

“Eis que lhe trarei a ela saúde e cura e o sararei, e lhe revelarei abundancia de paz e segurança”, Jeremias 33.6.

O Senhor está do nosso lado e nos garante que podemos crer. A vitória é nossa. Confie e não temas, Deus é a nossa força. Que Deus abençoe a todos.

*Nelmair Barbosa é líder de ministério com mulheres da Assembleia de Deus em Cuiabá-MT. Ela viveu a realidade da depressão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s